ATENÇÃO NOTA DA UNICAM E DA GAZETA CENTRAL : NÓS APENAS PUBLICAMOS A NOTICIA E DAMOS O DIREITO A RESPOSTAS

fonte  grupo intervenção militar 2014

ATUALIZANDO A  NOTICIAS
DATA  10  DE NOVEMBRO DE 2014


IMPRENSA


10/11/2014
 
FALSA NOTÍCIA DE GREVE UTILIZA INDEVIDAMENTE O NOME DA UNICAM E ALARMA CAMINHONEIROS
 A União Nacional dos Caminhoneiros (Unicam) vem a público informar que é falsa a notícia em circulação na rede social Facebook conclamando os caminhoneiros a entrar em greve no dia 13 deste mês. A nota, que não é assinada, utiliza indevidamente o nome da Unicam e de outras entidades ligadas ao transporte rodoviário para chamar os trabalhadores a uma paralisação “a partir da zero hora do dia 13 de Novembro até a zero hora do dia 16 de Novembro vindouro, por todo o Brasil.” A Unicam insiste que tal notícia é falsa e sem fundamento.
A irresponsabilidade do autor da nota, que se esconde no anonimato e utiliza um linguajar irracional e tendencioso, está levando muitos caminhoneiros a ligar para o escritório da Unicam em São Paulo, nesta manhã de segunda-feira, para se certificar da veracidade da notícia.
A Unicam repudia com veemência mais essa manifestação criminosa cujo único objetivo é prejudicar os trabalhadores com notícias alarmantes e desprovidas de veracidade. A entidade reitera que já tomou providências para que os autores da nota, tão logo sejam identificados, respondam na Justiça por esse ato irresponsável.

José Araújo “China”
Presidente da União Nacional dos Caminhoneiros (Unicam)
 
Fonte.:Imprensa Unicam
 


Divulgada inicialmente no Site Glória Jean (http://www.gloriajean.com.br/), e publicada também no Blog do Caminhoneiro, além de ter imensa divulgação nas redes sociais, a informação sobre a greve dos caminhoneiros marcada para os dias 13 a 16 de Novembro é falsa.
A nota usa os nomes de três entidades ligadas ao transporte (União Nacional dos Caminhoneiros, Associação Brasileira dos Caminhoneiros e Confederação Brasileira de Transportes de Cargas), que negaram em nota o apoio ou qualquer convocação à uma paralisação dos caminhoneiros.
A Unicam repudiou o fato de ter seu nome usado nesse texto, e disse que muitos caminhoneiros tem ligado para o escritório da entidade pedindo mais informações.

Durante o final de semana o Blog do Caminhoneiro tentou contato com a entidade, sem êxito, e acabamos de receber essa nota, que foi publicada no site da Unicam.












Os caminhoneiros também se juntam aos quase 60 milhões de eleitores que protestam pelas escandalosas fraudes nas eleições, lesando a maioria dos eleitores convictos por urnas surrupiadas a favor de uma candidata que, a qualquer custo, usurpa o poder para a implantação de um comunismo bolivariano, alinhando-se a ditadores, vilões que dominam nações pelo mundo afora, em especial a Cuba e Venezuela.





O Brasil vai parar...Vejam o Manifesto circulando entre os caminhoneiros “ A paz queremos com fervor. A guerra só nos causa dor. Porém se a Pátria amada for umdia ultrajada, lutaremos sem temor”


ALERTA À NAÇÃO!

A União Nacional dos Caminhoneiros, Associação Brasileira dos Caminhoneiros e a Confederação Brasileira de Transportes de Cargas, vêm a público notificar que os empresários de transportes de cargas, juntamente com os Caminhoneiros autônomos, decidiram paralisar suas atividades a partir da zero hora do dia 13 de Novembro e ficarão retidos em protesto até a zero hora do dia 16 de Novembro vindouro, por todo o Brasil.

Os caminhoneiros que estiverem trafegando pelas rodovias, interromperão suas viagens, a partir do horário e a data acima, nas principais artérias que ligam o País, do Norte ao Sul e do Leste ao Oeste.


Notifica que o protesto é motivado para a destituição ou exoneração imediata do atual desgoverno e seu aparelhamento estatal, bem como suas coligações facciosas. 

Os caminhoneiros também se juntam aos quase 60 milhões de eleitores que protestam pelas escandalosas fraudes nas eleições, lesando a maioria dos eleitores convictos por urnas surrupiadas a favor de uma candidata que, a qualquer custo, usurpa o poder para a implantação de um comunismo bolivariano, alinhando-se a ditadores, vilões que dominam nações pelo mundo afora, em especial a Cuba e Venezuela. 

Esse desgoverno usurpador causou prejuízos de bilhões de dólares, com inúmeros desfalques oriundos dos tributos no Tesouro Nacional, nas estatais, inclusive na Petrobrás e obrigando a categoria e o povo em geral a pagar esses desvios nos constantes aumentos dos combustíveis, sem considerar o repasse nos preços dos alimentos, nos elevados custos de pneus, de IPVAs e pedágios exorbitantes e sem retornos na melhoria das péssimas rodovias que partem do Centro-Oeste, rumo ao Norte do País. 

Dos assaltos e seqüestros rotineiros das cargas que transportam. Sem contar, ainda, às longas filas de espera para assentar os containeres, nos principais portos do Brasil. 

Empresários dos transportes de cargas e seus caminhoneiros autônomos notificam que pesam ameaças para o bloqueio das rodovias, fato esse que, havendo congestionamento nas rodovias, será permitida pelo acostamento à passagem somente para ambulâncias em trânsito às cidades próximas. Deverão se precaver os motoristas de carretas com mercadorias perecíveis, aconselhando-os que não transitem nas datas acima. 

Deverão se precaver também os seguranças, nos serviços de escoltas, o estado de guerra e atuação de legítima defesa contra ativistas vermelhos como MST e seus lacaios Black Blocs, declarados inimigos ferrenhos dos cidadãos patriotas que trabalham, produzem e recolhem seus impostos.


Gazeta Central Google

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Espaço Publicitário

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog