Nossos Leitores Obrigado Por Ler

DIA INTERNACIONAL DA MULHER VENEZUELANA : SÃO MULHERES VIRTUOSAS, GUERREIRAS, LUTADORAS, AMOROSAS, NÃO FOI FÁCIL ESSE CAMINHO PARA ELAS: QUE PERDERAM SEUS FILHOS(AS), NETOS(AS), SOBRINHOS(AS), ESPOSOS, ETC ASSASSINADOS(AS) POR UM TIRANO NICOLAS MADURO

“Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada.” (Pv 31:30)


Quero  aqui  deixar  um recado  simples  mas  objetivo, as mulheres VENEZUELANAS GUERREIRAS, AMIGAS,  LUTADORAS, SOFREDORAS, E ESPERANÇOSAS comemoramos o dia da mulher. Realmente uma data para se comemorar, pois as mulheres têm cada vez mais se destacado na sociedade, dando grandes contribuições a ela. 

Não é diferente no meio cristão. Hoje já existem pesquisas que afirmam que as mulheres já são maioria nas igrejas. E elas têm sido uma grande bênção na vida da igreja do Senhor Jesus. Apesar do grande machismo existente nas culturas descritas na Bíblia, encontramos a menção de grandes mulheres que têm muito a nos ensinar. E hoje, em homenagem às mulheres, gostaria de destacar 7 atitudes de mulheres da Bíblia que todo cristão deveria imitar.

 1-) A humildade de Maria, mãe do Senhor Jesus

Maria foi escolhida dentre diversas moças para ser a mãe do Salvador. Talvez isso pudesse trazer ao coração dela certo orgulho, certa altivez. Mas ela declarou algo que todos nós precisamos declarar diariamente a Deus:

“Então, disse Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador, porque contemplou na humildade da sua serva. 

Pois, desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada…” (Lc 1:46-48). A humildade de Maria em se colocar nas mãos de Deus e cooperar com o Senhor na grande missão do Salvador é algo realmente fascinante, que todo crente deveria imitar.

 2-) A perseverança na oração de Ana

Ana não tinha uma vida fácil. Seu marido Elcana havia se aproveitado da tradição para ter duas mulheres (1 Sm 1:2). E ainda por cima Ana era estéril, algo que era considerado como uma espécie de maldição em sua época. 

Era desprezada pela outra esposa do marido e carregava grande tristeza no coração por conta de tudo isso (1 Sm 1:6). Mas não desistiu de seu objetivo de ter um filho e não se entregou à murmuração, antes, foi perseverante na oração e pode declarar: “ela concebeu e, passado o devido tempo, teve um filho, a que chamou Samuel, pois dizia: Do SENHOR o pedi.” (1Sm 1:20)

3-) A coragem de Maria Madalena para superar o passado

A Bíblia diz que Maria Madalena era uma endemoninhada. Jesus expeliu dela sete demônios (Lc 8:2). Não temos muitos detalhes do passado dessa mulher, mas, certamente, não foi um passado que agradasse a Deus. Mas essa mulher teve a coragem de superar o seu passado negro e ser uma grande serva do Senhor Jesus. Ela é mencionada sempre em companhia dos discípulos e foi a primeira a saber e crer na ressurreição de Jesus Cristo (Mt 28:1). Foi uma mulher que mostrou uma superação inigualável, um verdadeiro retrato da transformação que Deus opera na vida das pessoas.

4-) A sabedoria de Mirian para superar as crises

O Faraó havia determinado que cada egípcio deveria matar os meninos que nascessem às hebreias (Ex 1:22). Essa ordem colocou em risco a vida de Moisés, que era ainda um bebê. Mas a estratégia da mãe de Moisés e Mirian, sua irmã, salvou a vida Dele. Mas não foi fácil. A menina Mirian mostrou uma sabedoria grandiosa ao seguir o menino que fora colocado num cesto no rio, convencendo a filha de faraó a entregar o menino à própria mãe para que cuidasse dele por um tempo (Ex 2:7). Ela salvou a vida de Moisés com a sua forma sábia de lidar com as situações adversas!

5-) O temor de Deus da prostituta Raabe

Raabe é menciona na Bíblia como sendo uma prostituta. A Bíblia não esconde o que ela era. Mas também não esconde a mudança que estava ocorrendo no coração dela. Na conversa que teve com os espiões de Israel, que ela escondeu em sua casa com o objetivo de protegê-los, ela nos mostra um grandioso temor a Deus: “Ouvindo isto, desmaiou-nos o coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença; porque o SENHOR, vosso Deus, é Deus em cima nos céus e embaixo na terra.” (Js 2:11). Uma grande confissão de temor ao Senhor. Considerando que Raabe vivia em meio a um povo pagão a declaração dela mostra quão grande foi o temor dela. Tão grande foi a atitude dela diante de Deus, que ela faz parte da genealogia de Jesus Cristo (Mt 1:5)

6-) O fervor missionário da mulher samaritana

A mulher samaritana, como todos sabem, teve um grande encontro com Jesus próximo de um poço onde foi buscar água (Jo 4:9). Jesus revela a ela os erros que ela tinha cometido no passado e no presente e traz a ela uma palavra muito poderosa que impactou o coração dessa mulher. Resultado? O fervor missionário tomou conta do coração dessa mulher, que pregou as palavras de Jesus ao seu povo, que não O conhecia: “Quanto à mulher, deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: Vinde comigo e vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Será este, porventura, o Cristo?! Saíram, pois, da cidade e vieram ter com ele.” (Jo 4:28-30)

7-) O caráter da mulher virtuosa sem nome de provérbios

Os últimos versos do livro de provérbios são dedicados a louvar o caráter de uma mulher que não tem nome, mas que bem poderia ser algumas das grandes mulheres de Deus que existiram e existem em nossos tempos. Essa mulher apresenta virtudes no cuidado da família, do marido, dos filhos. Na forma honesta e dedicada com que trabalha. No exemplo que dá ao próximo, na forma sabia com que vive sua vida, etc. Esse texto mostra um resumo das qualidades das mulheres de Deus e como elas são importantes.
Finalizo esta homenagem a todas as mulheres virtuosasa com um lindo verso que provérbios dedicado a elas:




PETROBRAS AFUNDOU E O PAÍS JUNTO, BRASIL NEM PRECISO DE CUBA PARA SE AFUNDAR A QUADRILHA FEZ ISSO.

O  País  perdeu a crédito  em  todas  as  esferas,  fracassou  em  todos  os  aspectos de JUSTIÇA  em todos  os níveis , como  fazer essa  justiça  se  o " peixe"  maior  não vai  para  cadeia,  como  acreditar  no STF, ou  STJ,  como  cursar  a  CIÊNCIA JURÍDICA, numa  UNIVERSIDADE   e  falar  aos  alunos  sobre  ética.

As  Corrupções são  o  câncer  no  meio  de  uma Sociedade e  ela  mata (  crianças, pobres e  ricas, negros, brancos, gays,  ou  não )  deixa  as  pessoas  morrendo  aos poucos nem  precisa  de  guerra, o Brasil  já  está se  afundando  no  mar  do lamaçal , não  precisamos  nem  DOS CASTROS, DE NICOLAS MADURO, DEOSDADO, AS FARC etc, nem  do PCC, pois  os politícos  se  armaram em formação de  quadrilha e  fizeram  a  "  festa".
As delações premiadas do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e do doleiro Alberto Youssef são o ponto de partida das investigações.
O Ministério Público Federal dividiu a estrutura da suposta organização criminosa em quatro núcleos: político, administrativo, econômico e financeiro.
Segundo a Procuradoria-Geral da República, o núcleo político era formado principalmente por parlamentares que indicavam funcionários de alto escalão na Petrobras, em especial diretores, que formavam o chamado núcleo administrativo:
– Paulo Roberto Costa foi indicado pelo Partido Progressista
– O ex-diretor de Serviços Renato Duque foi indicação do PT
– O ex-diretor da área internacional da estatal, Nestor Cerveró, do PMDB
Os diretores, segundo as investigações, recebiam propina das empreiteiras, que atuavam em cartel em obras da Petrobras. Elas se reuniam no chamado núcleo econômico, de acordo com o Ministério Público.
Entre as empresas citadas nas investigações, estão Galvão Engenharia, Odebrecht, UTC, Camargo Corrêa, Techint, Andrade Gutierrez, Mendes Júnior, Promon, MPE, Skanska, Queiroz Galvão, Iesa, Engevix, Setal, GDK e OAS.
De acordo com o Ministério Público Federal, as empresas passavam dinheiro para os operadores do esquema – o núcleo financeiro – que tinha a função de repassar esses valores para os políticos e diretores da Petrobras.
Segundo as investigações, esses pagamentos eram feitos por Alberto Youssef para o PP, Fernando Soares, o Fernando baiano, para o PMDB, e João Vaccari Neto para o PT.
Além dos indícios de corrupção e de lavagem de dinheiro, procuradores e policiais federais vão investigar se parlamentares cometeram crime de quadrilha. Em delação premiada, o doleiro Alberto Youssef disse que parte do dinheiro desviado da Petrobras era repassada a políticos de maneira periódica. Mas também havia pagamentos esporádicos durante campanhas eleitorais ou em época de escolha das lideranças dos partidos.
Em troca desse dinheiro extra, esses políticos apoiavam a permanência dos diretores da Petrobras no cargo e não interferiam no cartel das empresas.
Youssef também contou em detalhes como funcionava a distribuição de propina dentro do Partido Progressista, o que terá mais políticos investigados. Segundo Youssef, nem todos recebiam o mesmo valor: quem mandava mais, ganhava mais.
Quando o esquema foi criado, o então líder do PP na Câmara, José Janene, que morreu em 2010, recebia a maior parte da propina. As demais lideranças, João Pizzolatti, Pedro Corrêa, Mario Negromonte e Nelson Meurer recebiam um percentual dos recursos desviados, de R$ 250 mil a R$ 500 mil mensais. Os outros parlamentares do PP envolvidos no esquema recebiam entre R$ 10 mil e R$ 150 mil por mês, conforme a força política de cada um no partido. A maior parte do dinheiro vinha de contratos da Petrobras, segundo as investigações.
Mas nem sempre essa divisão era pacífica. Em pelo menos um momento, houve disputa dentro do próprio partido por causa da divisão da propina, segundo as revelações do doleiro. Youssef conta que, depois da morte de Janene, o grupo formado por Nelson Meuer, João Pizzolati, Mario Negromonte e Pedro Corrêa passou a ficar com a maior parte do dinheiro desviado da Petrobras, em detrimento de outros membros da bancada do PP.
Outro grupo do Partido Progressista, formado por Ciro Nogueira, Arthur Lira, Benedito de Lira, Eduardo da Fonte e Aguinaldo Ribeiro, não gostou: se rebelou e assumiu a liderança da legenda.
Paulo Roberto Costa disse que se reuniu com esse grupo no Rio de Janeiro e foi informado de que os repasses da Petrobras deveriam a partir daquele momento ser feitos diretamente a Arthur Lira, na época líder do PP.
A relação de Paulo Roberto com o PP era tão próxima que em 2011 ele recebeu de presente um relógio Rolex, uma homenagem ao “homem do Partido Progressista dentro da Petrobras”.
Mas Paulo Roberto também serviu a outros partidos. O ex-diretor da Petrobras e o doleiro Alberto Youssef contaram que depois de um período em que ficou doente, Paulo Roberto Costa recebeu apoio de senadores do PMDB para não ser afastado da diretoria da Petrobras. A partir daí, o partido também passou a receber uma parcela das comissões de contratos da Petrobras.
O tesoureiro do PT, João Vaccari, é citado no depoimento do ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco. Barusco, que também fez delação premiada, estima que foi pago de US$ 150 milhões a US$ 200 milhões ao PT, entre 2003 e 2013, com a participação de João Vaccari Neto.
Os delatores também citam o PSDB nos depoimentos. Paulo Roberto Costa afirmou que se reuniu em 2010 com o deputado Eduardo da Fonte, do PP, e o então presidente do PSDB, Sérgio Guerra, já falecido. Nesse encontro, eles teriam decidido pagar R$ 10 milhões ao PSDB para que fosse barrada a instalação de uma CPI que investigaria contratos da Petrobras.
O Partido Progressista afirmou que não compactua com atos ilícitos e que confia na apuração da Justiça, para que a verdade prevaleça.
O Jornal Nacional também ouviu os políticos do PP citados na reportagem.
O ex-ministro das Cidades, Mário Negromonte, disse que tem convicção de que as investigações confirmarão a completa inconsistência dos indícios supostamente relacionados a ele.
O senador Ciro Nogueira disse que não compactuou com qualquer ilegalidade e que contesta com veemência as acusações a seu respeito.
O senador Benedito de Lira disse que nunca participou de discussão no comando partidário ou combinou maus feitos com os demais citados e que vai provar a sua inocência.
O deputado Eduardo da Fonte disse que só vai se pronunciar quando tiver conhecimento do teor da petição.
O deputado Aguinaldo Ribeiro também disse que só vai se pronunciar quando tiver conhecimento sobre o teor da petição, mas afirmou que está tranquilo.
O advogado do ex-deputado João Pizzolatti disse que ainda não conhece o teor do processo.
O advogado de Pedro Corrêa disse que o ex-deputado não tinha mandato durante a investigação da Operação Lava-Jato e que, por isso, não caberia a inclusão do nome dele na lista. Pedro Corrêa foi condenado no Mensalão do PT e cumpre pena no presídio de Canhotinho, no interior de Pernambuco.
Os deputados Arthur Lira e Nelson Meurer não foram localizados.
O PMDB negou veementemente as denúncias e informou que jamais autorizou quem quer que seja a agir como intermediário.
A defesa de Fernando Soares, o Fernando Baiano, não foi localizada.
Em nota, o PT declarou que todos os investigados devem ter direito a ampla defesa e que apoia o prosseguimento das investigações de forma completa e rigorosa.
O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, vem negando as irregularidades e disse que sempre esteve à disposição das autoridades para prestar qualquer esclarecimento.
Em nota, o PSDB disse que vai tomar as medidas necessárias após análise de cada caso e que recebeu a divulgação da lista com a serenidade e a responsabilidade de um partido que sempre se dedicou à coisa pública com zelo e correção.

GAZETA CENTRAL DENUNCIA Una plataforma petrolera de la compañía estadounidense Exxon Mobil inició ayer operaciones de extracción en aguas del Esequibo cuya soberanía reclama Venezuela.

Una plataforma petrolera de la compañía estadounidense Exxon Mobil inició ayer operaciones de extracción en aguas del Esequibo cuya soberanía reclama Venezuela.
El proyecto de 200 millones de dólares y que se espera que prolongue por diez años fue acordado entre Exxon Mobil y el Gobierno de Guyana.

El presidente de Guyana, Donald Ramotar, acompañado por el ministro de Recursos Naturales y Medioambiente, Robert Persaud, visitó el área el miércoles y dijo que estaba “muy impresionado con lo que estaba ocurriendo”, informó el medio internacional Efe.
La compañía estadounidense establecerá dos bases de operaciones en la capital de Guyana,Georgetown, y en Trinidad y Tobago y utilizará instalaciones en Houston (EEUU) para procesar los desperdicios que genere su exploración.
El área total de exploración petrolera que cubrirá Exxon Mobil es aproximadamente 26.806 kilómetros cuadrados (10.350 millas cuadradas) y perforará a una profundidad de 1.750 metros (unos dos kilómetros).
La labor de exploración comenzó este jueves pese a que Venezuela insiste en que el yacimiento se encuentra en un área cuya soberanía, cuanto menos, no está clara.
Esta semana, el Ministerio de Asuntos Exteriores de Guyana pidió a Caracas que no interfiriera en estas exploraciones en el campo Stabroek Block, que se encuentra en la cuenca entre Guyana y Surinam, reconocida por el Servicio Geológico de EE.UU. como la segunda mayor área del mundo con petróleo sin explorar.
Otras opciones
Ayer, al salir de la reunión de gabinete ministerial de gobierno, el Jefe de la Secretaría de la Presidencia de Guyana, Roger Luncheon, informó a la prensa de su país que están considerando varias alternativas para solucionar el tema de los reclamos territoriales venezolanos en el Esequibo“de una vez por todas”, según la publicación Guyana Chronicle Online.
Estas declaraciones son la respuesta al comunicado de la Cancillería venezolana, difundido el miércoles, sobre la iniciativa de Guyana de explotar los hidrocarburos del lecho marítimo ubicado en la zona en reclamación de Venezuela, cuyas perforaciones comenzaron ayer luego de entrar en operación los taladros y la plataforma instalada por la petrolera Exxon Mobil, que ganó la licitación guyanesa en el bloque Stabroek.
El alto funcionario gubernamental explicó en rueda de prensa que “hemos casi agotado” las vías recorridas hasta ahora en el mecanismo del Buen Oficiante, y no se observa un impacto significativo para resolver la controversia.
Explicó Roger Luncheon que el Acuerdo de Ginebra firmado en el año 1966, proporciona una serie de mecanismos para resolver la controversia limítrofe. Uno de ellos, el que se acordó en su momento, fue el del proceso del Buen Oficiante, a través del Secretario General de la Organización de las Naciones Unidas (ONU).
Agregó que el gobierno guyanés está estudiando las diferentes secciones del acuerdo, para evaluar otras alternativas que permitan a ambos países ir a un proceso judicial, en un tribunal imparcial que emita una resolución vinculante, con el acompañamiento del Buen Oficiante.

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog