GAZETA CENTRAL INSTAGRAM

CRISE NAS COMPANHIAS AÉREAS VENEZUELANA NÃO TEM IMPRESSORAS PARA IMPRIMIR BILHETES

Companhia aérea venezuelana não tem as máquinas para imprimir em papel térmico a passagem aérea ou Boarding Pass, que reitera os passageiros a ser transferido para o aeroporto para esse formato.

Conforme publicado no Diário Oficial n ° 40 636, os passageiros que pretendam organizar um viajante deve apresentar o bilhete quota bilhete em papel térmico.

"Não temos qualquer um de nossos escritórios de vendas com a impressora apropriada para impressão de bilhetes em formato solicitado", disse um comunicado divulgado pela Globovisión.com. 


"Atender às exigências da Lei notificando todos os passageiros querem organizar o seu bilhete na forma de cartão de embarque deve contactar os nossos contadores nacionais em diferentes aeroportos onde Rotas Aéreas de Venezuela (RAV, SA) opera".

A medida, que entrou em vigor em 29 de Abril, requer que os passageiros de avião para viajar até o aeroporto para esse formato. A este respeito, eles devem seguir estes passos: 

O usuário deve fornecer ao operador de câmbio autorizado, no prazo máximo de 30 (trinta) dias úteis e mínima de cinco dias (05) bancários antes da data da viagem, juntamente com o modelo obtido copiar eletronicamente os seguintes documentos, conforme aplicável:

a) A passagem do usuário, aérea ou marítima de e para o território da República Bolivariana da Venezuela, sob a forma de cartão de embarque impresso, devidamente carimbado pelo emitente.

b) Passaporte válido.

c) Visa, se necessário.

Portanto, de acordo com a lei venezuelana notificar todos os passageiros que querem processar o seu bilhete que você deve ir para os contadores nacionais em diferentes aeroportos onde a Air voos na Venezuela (RAV, SA) opera.

EMBAIXADOR RENSJE TEERINK FALA EM 1.000 CIDADÃOS EUROPEUS DESAPARECIDOS NO NEPAL, A TRAGÉDIA PODE SER MAIOR

GAZETA CENTRAL  DIRETO  DE NEPAL
POR  ANSA 


A  tragédia  em NEPAL  pode  revelar  um  colapso  na vida  da UNIÃO  EUROPÉIA, cerca de 1.000, cidadãos  estão desaparecidos  depois  do  terremoto, segundo  o embaixador KATHMANDU, da União Europeia (UE) no Nepal, Rensje Teerink disse hoje que, mesmo olhando para entrar em contato com alguns "1000 cidadãos europeus" que estavam nos vales do Nepal terremoto em 25 de abril.


Nós ainda contactado 1.000 cidadãos europeus", disse aperiodistas. Teerink disse que "nós não encontramos em quécondiciones não sabem que são."

O embaixador também disse que os europeus mortos ", acrescentou no momento em que 12".

De acordo com fontes diplomáticas, no momento do terremoto estava no Nepal 2.000 francês em caminhos diferentes "de trekking". Paris não saber o destino de 500 deles.

Enquanto isso, as autoridades do Nepal disse 43 extrangeiros morreram no terremoto.

A Gazeta  Central  vai acompanhar, esses  fatos, pois a revelação  já  assusta a  EUROPA, pois o terremoto pode ter sido  mais  trágico depois  do  JAPÃO. Já se  fala em 10.000 mortos  cidadãos  do NEPAL,  fora  os  estrangeiros  que se encontram  naquele País.

CONTROLAR A PEDRA NO CAMINHO DO KASSAB STF DÁ AVAL PARA PGR ( PROCURADORIA GERAL DA REPUBLICA INVESTIGA-LO

Um inquérito para investigar Kassab por fraude no processo de contratação da Controlar foi aberto em São Paulo, mas, como ele virou ministro de Estado, o caso acabou remetido ao Supremo no início de março – pela Constituição, ministros só podem ser investigados pela Procuradoria Geral da República (PGR) com aval do STF.


O procurador-geral da República destacou, ao pedir autorização para prosseguir a investigação, que o contrato com a Controlar previa que o serviço de inspeção veicular seria remunerado pelo dono do veículo. Mesmo assim, na campanha eleitoral de 2007, Kassab fez promessa de campanha de que o serviço seria gratuito.

"O Ministério Público de São Paulo apontou que a gratuidade da inspeção veicular foi promessa de campanha de Gilberto Kassab para a reeleição como prefeito municipal, embora ele estivesse ciente de que, em razão da licitação e do subsequente contrato com a Controlar S.A., a outorga era onerosa e a concessionária não faria jus a qualquer pagamento pela Prefeitura", disse Janot no pedido de investigação.

Conforme o documento, a Controlar só continuou a prestar o serviço gratuito porque "obteve de Gilberto Kassab [...] a garantia de que sua remuneração seria resolvida por meio de indenização da Prefeitura".

O procurador-geral também destaca que, conforme o MP paulista, Kassab retomou o programa de inspeção veicular iniciado na gestão do ex-prefeito Paulo Maluf (PP) para "beneficiar a Controlar S.A., seus gestores e acionistas".

Janot argumenta que questões relacionadas à Controlar foram citadas em uma ação civil por improbidade e em denúncia do Ministério Público à Justiça de São Paulo por crimes contra lei de licitações, entretanto, destacou, Kassab foi absolvido.

O procurador-geral destaca que o MP paulista ponderou que esse inquérito pretende tratar especificamente se houve fraude no processo da licitação para beneficiar a Controlar.

"As considerações do Ministério Público do Estado de São Paulo sobre o contexto de irregularidades em que editados os Decretos Municipais n. 49.463, n. 50.232, e n. 50.351/2008, aliadas à existência de outras investigações quanto aos fatos, reclamam o prosseguimento da apuração também na esfera criminal para a integral elucidação do que narrado", afirmou Janot, que pediu cópias de outros processos já instaurados na Justiça sobre o tema para aprofundar a investigação.

Veja a íntegra da nota divulgada pela assessoria de Kassab:

Inocentado em todas as instâncias da Justiça de São Paulo, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, está absolutamente tranquilo e entende que, se ainda há alguma dúvida, o Ministério Público tem de cumprir o seu dever constitucional.

Trata-se, portanto, de apuração unilateral do Ministério Público para saber se há ou não necessidade de nova ação, pois, na condição de ministro de Estado, é natural que as instituições federais queiram dirimir dúvidas.

O ministro das Cidades está à disposição para prestar os esclarecimentos necessários e acredita que as decisões judiciais já proferidas, que atestaram a sua inocência, serão novamente reafirmadas no âmbito federal.

Ressaltamos que o programa de inspeção veicular implementado na cidade de São Paulo é fundamental para controlar a emissão de poluentes, que contribuem para a ocorrência de doenças respiratórias, e teve a sua importância atestada por estudos realizados por departamento especializado da USP.

O serviço foi suspenso pela Prefeitura em 2013, no primeiro ano do governo Fernando Haddad, no entanto, uma decisão liminar (provisória) obtida pela Controlar prorrogou a inspeção veicular até janeiro de 2014.

Em despacho assinado nesta quinta-feira (30), Toffoli atendeu pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O chefe do Ministério Público afirmou à Suprema Corte que as 'graves irregularidades" apontadas pelos promotores de Justiça de São Paulo têm de ter ser apuradas na esfera criminal.

A acusação é de que Kassab editou decreto, em 2008, concedendo indenização para a Controlar no valor de R$ 2,5 milhões pelos serviços prestados, contrariando o contrato de concessão que não previa despesas aos cofres do município.

SENADOR AÉCIO NEVES FALA SOBRE O TRÁFICO DE INFLUÊNCIA DE LULA COM NICOLAS MADURO , QUE VERGONHA EM LULA

O ex-candidato presidencial e senador Aécio Neves, o principal líder da oposição no Brasil, descrito como "muito grave" a queixa de uma semana contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ele disse que praticado tráfico de influência para favorecer um edifício.


Río de Janeiro, Brasil.- O ex-candidato presidencial e senador Aécio Neves, o principal líder da oposição no Brasil, qualificou hoje de "muito grave" a queixa de uma semana contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ele disse que praticado tráfico de influência para favorecer a construção .

"Todos os dias vemos um novo escândalo. É muito sério o que a revista Time publicou hoje que o Ministério Público abriu um inquérito sobre a alegada tráfico de influência contra Lula," Neves, presidente do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) disse , a principal força de oposição no país, em um discurso em comemoração Dia do Trabalho em São Paulo, informou a EFE.

De acordo com o líder da oposição, que foi derrotado pela presidente Dilma Rousseff no segundo turno das eleições presidenciais no Brasil em outubro por apenas três pontos percentuais, "tem que ser investigada."

Em sua última edição, que começou a circular no sábado, o Times semanal informou que o Ministério Público abriu um inquérito preliminar para determinar se uma investigação por supostamente influenciado Lula é justificada para o Desenvolvimento Social e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico do governo (BNDES ) vai conceder empréstimos para financiar a construtora Odebrecht trabalha em outros países latino-americanos em que opera.

De acordo com o semanário, depois de concluir seu mandato, Lula fez viagens a Cuba, República Dominicana e Angola Odebrecht financiados para promover os interesses brasileiros no exterior.

Segundo a Time, a Odebrecht, que negou qualquer irregularidade, recebeu do BNDES, o banco de desenvolvimento de desenvolvimento do Brasil, os empréstimos do governo para cerca de 4,1 milhões dólares para trabalhos sendo realizados em países como a República Dominicana, Venezuela, Cuba e Gana.

Esses empréstimos foram alegadamente concedida pela pressão política durante os dois mandatos de Lula (2003-2010) eo primeiro mandato do seu sucessor e afilhado político, Dilma Rousseff (2011-2014), segundo a denúncia.

A investigação preliminar pelo Ministério Público tem como objetivo estabelecer se estas alegações publicadas na imprensa são sustentadas e se uma investigação formal é necessário para determinar se Lula teve alguma influência sobre as decisões do BNDES de conceder empréstimos a Odebrecht para suas operações no exterior.

O ex-chefe de Estado também comentou sobre as alegações sexta-feira, ele chamou de "insinuações infundadas" uma "elite" que tem medo, em um discurso feito também em comemoração do Dia do Trabalho em São Paulo.

"Todo dia eu vejo dicas (em jornais). O que me assusta é que, mesmo sendo um cidadão quase aposentado, há elite tem medo de que eu voltar a ser presidente", disse Lula.

De acordo com o exgobernante, o medo de que a elite é inexplicável, porque foi precisamente este sector e os mais pobres, os mais beneficiados durante sua administração.

"Revistas brasileiras são lixo. Eles não valem nada. Reúna todos os jornalistas da revista Veja e Época aquém juntos 10% da minha honestidade. Vamos todos cuidar de si. Se eles acham que alguém que eu cheguei onde eu vim Vai ser submissa em nome de insinuações, eles estão errados ", disse ele.

Lula disse que está tranquilo em sua aposentadoria da política e que é melhor não fazer, porque "eu vou sair e lutar e lutar bem."

"Eu evitei muitas coisas, porque eu sou o presidente e eu quero Dilma regra (Rousseff), mas digo aos meus detratores que vai começar a descer este país novamente e falar com os desempregados, os agricultores e empresários. Vou começar a desafiar os Não satisfeito com o resultado da democracia ", disse ele.

NICOLAS MADURO ANUNCIOU UM AUMENTO SALÁRIAL HOJE DIA 01 DE MAIO PARA PENSÕES, PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E PARA FANB O SALÁRIO MÍNIMO VAI DOS ATUAIS 5.634,47 BOLIVARES A 7.324,80 E ESTÁ PREVISTO UM AUMENTO DE 10% A PARTIR DE 1 DEJULHO


IRBING INTERNACIONAL 


Caracas O presidente Nicolas Maduro anunciou um aumento de 30% no salário mínimo, um aumento de 30% em pensões, um ajustamento do nível do salário mínimo da administração pública e outro para as Forças Armadas dia (FANB) a partir de hoje um discurso na Praça O'Leary para assinalar o Dia Internacional do Trabalho.


Maduro explicou que o aumento de 30% no salário mínimo será dividido em duas partes: a primeira será um aumento de 20%, que será efetiva a partir de hoje, enquanto o segundo será de 10% que será eficaz a partir de 1 de Julho.

Com este aumento de 30%, o salário mínimo vai aumentar a partir de 5.634,47 bolívares, anunciou em janeiro deste ano, um valor de 7.324,8 bolívares.

No que diz respeito à adaptação da administração pública e FANB, ele não especificou as quantidades ou números.

"Eu dei ministro precisa de instruções de trabalho, Jesus Fernandez, Hector Rodriguez, todos os ministros para continuar facilitando e especificando acordos progressistas todos os acordos coletivos que estão sendo discutidos e ser assinados este ano, com o petróleo 40 ou zero se menor ", disse o presidente venezuelano.

A este respeito, ele disse que assinou o ponto de conta bolívares 11.900 milhões estão alocados para o constitucional, e que será distribuído em todas as províncias e municípios para enfrentar o aumento acaba de anunciar a todos os trabalhadores no serviço público.

Novo "popular" organismo regulador

O presidente também anunciou a instalação dos "Conselhos Comunitários de Abastecimento e Produção" em "todas as fábricas e estabelecimentos do país."

A este respeito, disse que haverá um conselho comunitário de fornecimento e produção em cada estabelecimento, fábrica, local de trabalho e do corpo, que na sua opinião é o meio de garantir a "fazer a batalha".

"É o instrumento a ser instalado para fazer a batalha pertence a nós agora, você assegurar que os trabalhadores são protagonistas desta luta, as maiorias ou minorias oligárquicas de trabalho. Ou eles ou seus pilhagem nos com o nosso trabalho eo direito de futuro . Eu conto com você ", disse Maduro.

Ativando Lei

Ele lembrou que a Assembleia Nacional concedeu poderes permitindo que desencadeiam a superar a "guerra econômica" que os sectores de actividade declararam contra o povo para desestabilizar o país, expressa em açambarcamento e contrabando de alimentos, medicamentos e outros produtos da cesta básica.

"Lembre-se que eu tenho na mão permitindo competências para tomar medidas no meio da guerra imperialista, para defender o povo, para escorar esta batalha. Estou pronto para a qualificação nos próximos dias e semanas para fazer um compromisso que nos deu este trabalhando ", disse o presidente, referindo-se ao conjunto de propostas contidas num documento que está sendo entregue este 01 de maio trabalhadores para impulsionar o desenvolvimento produtivo do país, informou a AVN.

Lições a partir de 2014

Maduro começou seu discurso por ocasião do Dia do Trabalho, assegurando que a lição mais importante de 2014 é que quando as pessoas fiquem de pé e mobilizou é indestrutível.

Em meio a expectativas para o anunciado "traquinagem econômica", anunciou nos últimos dias, ele ressaltou que "não é o imperialismo, a oligarquia, pelucones que podem com a gente. É a maior lição que aprendemos", em 2014.

Ele disse que no ano passado o governo enfrentou "emboscada económica e permanente dos capitalistas, a oligarquia rançosa, parasitas da Venezuela, a ameaça imperialista e sabia rosto decreto de 9 de Março, com a solidariedade dos povos e governos mundo ".

Ele fez uma pausa em seu discurso para cumprimentar um grupo de trabalhadores Empresas Polar que participaram da marcha e disse: "temos o apoio da classe trabalhadora da Polar pronto para grandes desafios."

ENQUANTO NA VENEZUELA LUTAM-SE CONTRA TERCEIRIZAÇÃO DO TRABALHO O CONGRESSO DO BRASIL APROVOU A TRAIÇÃO CONTRA OS TRABALHADORES BRASILEIROS ESPERAMOS QUE NÃO PASSEM NO SENADO BRASILEIRO

Caracas, 01 de maio de 2015.- Para o 01 de maio não deve ser terceirizada trabalhadores no país, uma vez que o período de três anos que deu a Lei do Trabalho, os trabalhadores e empregados (LOTTT) está satisfeito, por empregadores públicos e privados para regularizar a situação dos empregados e trabalhadores contratados sob esse número.


O LOTTT adotada pelo líder da Revolução Bolivariana, Hugo Chávez, 30 de abril de 2011, beneficiar de um período de três anos para as empresas a ajustar-se à proibição de terceirização, definido neste instrumento como " simulação ou fraude é cometida por várias entidades patronais, com o único propósito de distorcer, desconsiderando ou impedir a aplicação da legislação do trabalho. "

Este sistema é usado frequentemente para iludir as responsabilidades com o pessoal por intermédio de empresas de terceiros para estabelecer compromissos contratuais, e massificado na Venezuela no final das décadas de 80 e 90, quando governos de direita haviam lançado uma onda de privatização, argumentando a premissa neoliberal que defende a supremacia da iniciativa privada no estado.

Ao abrigo deste regime de empresas centenas de funcionários contratados por uma segunda entidade, sem garantia os mesmos benefícios que os trabalhadores que estavam na folha de pagamento.

De acordo com a Lei do Trabalho proibida a terceirização no caso de "entidades adjudicantes de trabalho para executar obras, serviços ou atividades que estão em andamento no interior das instalações da instituição de contratação e de trabalho estão diretamente relacionados com a processo de produção do empregador. "

Da mesma forma, o artigo 48 proíbe a contratação "através de corretores ou intermediários, para evitar as obrigações decorrentes da relação de trabalho do Contratante" plus "contratos ou acordos para disfarçar fraudulenta uma fraude de emprego."

A aplicação da lei

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Social da Assembleia Nacional, deputado Oswaldo Vera, lembrou que as empresas sejam punidos, pública ou privada, que após o termo do prazo previsto pela LOTT permanecem em atraso no processo de incorporação de seus trabalhadores suas folhas de pagamento.

Assim, o Executivo criar grupos de trabalho com representantes das principais empresas que fazem parte do estado Corporacion Venezolana de Guayana (CVG), sul do país, com o objetivo de avaliar os casos de trabalhadores terceirizados nestas indústrias e encontrar o seu pedido em conformidade com o Direito do Trabalho.

As reuniões terão lugar por setores (ferro, aço e alumínio), para tratar de tantos casos possíveis e avaliar totalmente a situação de cada um

NICOLAS MADURO O TRAIDOR DA VENEZUELA ENQUANTO ESCRAVIZA O POVO, EM CUBA COMEMORA O DIA DO TRABALHO JUNTO AO SEU COMANDANTE RAUL CASTRO

Caracas, 01 de maio de 2015.- Presidente da República, Nicolas Maduro, participar sexta-feira na mobilização a ser realizada em Havana, Cuba, no âmbito do Dia Internacional dos Trabalhadores, a 01 de maio, a data em que os povos venezuelano e cubano comemorar reivindicações direitos trabalhistas movidos por suas revoluções.


Desde o início da Revolução Bolivariana, com o triunfo do Comandante Hugo Chávez em 1999, Venezuela e Cuba mantêm uma estreita cooperação e de solidariedade mútua, os dois países têm impulsionado Latina-Caribe unidade e integração expressa em organismos, recentemente criado como Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA) e da Comunidade de Estados Latino-Americanos e do Caribe (CELAC).

Na Praça da Revolução em Havana na sexta-feira eles vieram em um desfile profissional, técnicos, trabalhadores, estudantes eo público em geral para participar da festa que também contou com cerca de 2.000 pessoas de 68 países.

Os eventos para este dia são chefiadas pelo Presidente Raul Castro, acompanhado por líderes do governo cubano, personalidades históricas, intelectuais, do corpo diplomático em Havana e outros dirigentes sindicais de países convidados para esta celebração, informou a Prensa Latina.

A marcha através do Dia do Trabalho em Havana é replicado em todas as ruas do país caribenho.

De acordo com nota divulgada por Cuba Debate, o líder da União dos Trabalhadores Central de Cuba, Ulises Guilarte de Nacimiento, destacou a relação entre Cuba e Venezuela e sublinhou "a forte solidariedade da Revolução Cubana com a Revolução Bolivariana" impulsionado líderes Fidel Castro e Hugo Chávez.

O sindicato também salientou que "a classe trabalhadora cubana tem razões imperiosas e argumentos juntos para comemorar o dia dos trabalhadores (...) que se deslocam ao mundo a mensagem de unidade em torno da Revolução, Fidel e Raúl".

Antes do desfile da classe trabalhadora em Havana, o Presidente da República, Nicolas Maduro, ele viajou com o seu homólogo do país caribenho, Raul Castro, o Museu da Revolução, localizado na capital cubana.

O anúncio foi feito sexta-feira em Venezuela presidencial Prima sua TwitterPresidencialVen, em que dois vídeos e imagens do encontro dos dois líderes curtas foram divulgados.

O enorme desfile de trabalhadores também assistir às cinco antiterroristas Gerardo Hernández, Ramón Labañino, Antonio Guerrero, Fernando González e René, que cumprimentou o presidente Maduro na mobilização.

Sexta-feira em Caracas, o presidente Maduro também participam da mobilização do povo venezuelano, que marcharão do Libertador Avenue até a Praça O'Leary, no centro de Caracas.

Em 1 de Maio é comemorado todos os anos no mundo Dia dos Trabalhadores. A comemoração veio depois de um protesto em que a classe trabalhadora em Chicago, Estados Unidos, exigiu demandas trabalhistas como a redução da jornada de trabalho para oito horas, resultando em trabalhadores presos, torturados, julgados, rejeitou e matou.

O número de homens e mulheres que perderam suas vidas, levantando as bandeiras dos direitos para o desenvolvimento e respeito pela dignidade humana é desconhecida. Assim nasceu a justa aspiração dos trabalhadores do mundo para a conquista do trabalho, contida em instrumentos jurídicos.

TSE MUTOU O PT DILMA E LULA POR IRREGULARIDADES NAS CONTAS DO PARTIDO EM 2009

FONTE  EFE 
ESPECIAL PARA
GAZETA CENTRAL  IRBING INTERNACIONAL 


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil multou o partido no poder dos Trabalhadores (PT), a formação da presidente Dilma Rousseff e seu antecessor e padrinho político Luiz Inácio Lula da Silva,por irregularidades nas contas do partido apresentados em 2009.


A pena máxima imposta pela autoridade eleitoral brasileiro força o PT a pagar uma multa de 4,9 milhões de reais (1,6 milhões) e evitar que fiquem ao longo dos próximos três meses a sua quota de fundos públicos que o governo distribuídos entre as partes para financiar.

Os conselheiros, por unanimidade, parcialmente anulado as contas apresentadas pelo partido no poder em 2009, para justificar o uso de fundos públicos recebidos.

De acordo com os juízes, o PT disseram ter usado os recursos dos chamados fundos do partido em 2009 para reembolsar um empréstimo contraído em 2003 com o Banco Rural e que, segundo a pesquisa, foi simulado.

O tribunal concluiu que o empréstimo considerado Nunca foi desembolsado pelo Royal Bank e na verdade era um ardil para justificar os recursos recebidos pelo partido ilegalmente no âmbito da gigantesca teia de corrupção que começou a tremer o governo de Lula em 2005 .

Para o caso de subornos no Parlamento foram condenados 25 empresários e políticos, entre eles líderes proeminentes do PT, como o então presidente da formação, José Genoino, eo ex-ministro da Presidência José Dirceu.

Depois de se qualificar como o uso irregular dos fundos do partido para pagar uma dívida fictícia, o relator do processo, o juiz Gilmar Mendes, encontrou um aumento significativo do montante da coima que tinha sido imposta por um juiz de primeira instância, e sua decisão foi seguida por a maioria dos membros do tribunal.

"Era um fato conhecido. O presidente do banco e presidente do partido foram condenados dos fatos. O Supremo Tribunal concluiu que (dívida) foi uma simulação", disse o juiz Luiz Fux, rejeitando o argumento de advogados PT que não havia nenhuma evidência de que o empréstimo foi irregular.

O Partido dos Trabalhadores não quis comentar sobre a convicção da justiça eleitoral e apenas anunciou que vai recorrer da decisão.

A condenação do partido no poder vem em um momento em que o governo está enfrentando níveis recordes de impopularidade pelo ajuste fiscal anunciado para impulsionar a economia, Que este ano pode sofrer uma contração de 1,0%, eo gigantesco escândalo de corrupção na companhia petrolífera estatal Petrobras, que espirrou em torno de 50 políticos, a maioria de partidos que apóiam Rousseff.

AGORA É OFICIAL LULA ESTÁ SENDO INVESTIGADO PELO MINISTÉRIO PUBLICO FEDERAL CRIME INFLUÊNCIA INTERNACIONAL, COM CUBA E VENEZUELA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o principal investigado de operação do Núcleo de Combate à Corrupção do Ministério Público do Distrito Federal em caso de suspeita de tráfico de influência internacional. Nos próximos 30 dias, integrantes do Núcleo se debruçarão em informações sobre o caso. Quem aponta o fato é a revista Época em sua edição desta sexta-feira (1).


De acordo com as pessoas ouvidas pela revista, Lula teria ajudado a construtora Odebrecht, uma das principais investigadas na Operação Lava Jato, a conseguir contratos na América Latina e na África utilizando recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES). O tráfico de influência, aponta a revista, começou após a saída de Lula da presidência, em 2011, e durou até 2014.

A reportagem da Época aponta o Instituto Lula, aberto logo que o ex-presidente deixou o cargo, como meio de Lula seguir usando sua influência. Nas palavras da revista, “Lula deu início a seu terceiro mandato. Tornou-se lobista em chefe do Brasil”. Os destinos apontados por Época nos quais o ex-presidente teria exercido tráfico de influência são, principalmente, Cuba, Gana, Angola, Venezuela e República Dominicana.

Os documentos obtidos pela revista mostram que o BNDES financiou ao menos US$ 1,6 bilhão com destino final à Odebrecht após Lula se encontrar, já como ex-presidente, com presidentes de Gana e República Dominicana. Época ainda aponta que todas as viagens para que esses encontros fossem realizados foram bancados pela empreiteira. 

Os documentos obtidos com exclusividade pela revista Época trazem o seguinte trecho: "TRÁFICO DE INFLUÊNCIA. LULA. BNDES. Supostas vantagens econômicas obtidas, direta ou indiretamente, da empreiteira Odebrecht pelo ex-presidente da República Luis Inácio Lula da Silva, entre os anos de 2011 a 2014, com pretexto de influir em atos praticados por agentes públicos estrangeiros, notadamente os governos da República Dominicana e Cuba, este último contendo obras custeadas, direta ou indiretamente, pelo BNDES”.

A relação do ex-presidente com a Odebrecht, o banco estatal e os chefes de Estado em questão foram enquadradas, em um primeiro momento, em dois artigos do Código Penal: 337-C, que diz que é crime “solicitar, exigir ou obter, para si ou para outrem, promessa de vantagem a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público estrangeiro no exercício de suas funções, relacionado a transação comercial internacional”, vulgo tráfico de influência em transação comercial internacional; o outro crime seria a suspeita de tráfico de influência junto ao BNDES, referente ao artigo 332 do Código.

OS DEZ MANDAMENTOS TEM PLÁGIO O TITULO É DA VERDADEIRA DONA A EMPRESA VITÓRIA PROMOÇÕES E PRODUÇÕES, DO ESPIRITO SANTO QUE ENTROU NA JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO PARA QUE A RECORD MUDE O TITULO DA NOVELA

FONTE YAHOO!
Sucesso de audiência na tela da Record, a novela “Os Dez Mandamentos” poderá mudar de nome. O motivo é que a empresa Vitória Promoções e Produções, do Espírito Santo, entrou na Justiça do Rio de Janeiro contra a emissora.



De acordo com informações do colunista Flávio Ricco, do portal “UOL”, a liminar em questão desautoriza o canal do bispo Edir Macedo, 70, de usar o título da sua atual trama bíblica. A empresa alega que é a dona dos direitos.

A novela “Os Dez Mandamentos”, que estreará na próxima segunda-feira às 20h30, terá um custo altíssimo para a Record. A trama bíblica terá 150 capítulos e cada episódio custará R$ 700 mil. Isso significa que o custo total do primeiro folhetim bíblico será de R$ 105 milhões.

No valor já estão incluídos todos os efeitos especiais que produção terá. Eles não serão muitos (com em “Os Mutantes”, por exemplo), porém serão marcantes para a história como, por exemplo, a abertura do Mar Vermelho, por onde passam os judeus ao fugir do exército egípcio e a cenografia da praga das rãs, ambos efeitos serão feitos em um estúdio de Hollywood. 

Espera-se agora que o folhetim tenha o retorno esperado. É um novo horário de novela em que a emissora do bispo Edir Macedo evitará o confronto com sua principal concorrente. A expectativa é enorme. “Em nossas pesquisas, detectamos que o público gosta de trama bíblicas. Nos aperfeiçoamos nesse estilo”, disse Anderson Souza, diretor de teledramaturgia.

Até agora poucos capítulos foram gravado e escritos. A trama conta com cidade cenográfica de 7 mil metros quadrados, 28 cenários e 80 atores. Ela terá quatro fases. Vamos ver Moisés (Guilherme Winter) até pouco depois dos 65 anos. Isso quer dizer que os atores passarão  por um longo processo de envelhecimento. Haja barba e maquiagem.

Uma pequena equipe da novela viajou para o Egito para captar imagens, mas a maioria das grandes cenas externas da história foi gravada no deserto de Atacama (no Chile). 

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog