Nossos Leitores Obrigado Por Ler

QUANDO SE FALA EM JOGO SUJO ESTÁ DIRETAMENTE ASSOCIADOS AOS POLÍTICOS

Corrupção é a segunda preocupação dos espanhóis após a greve. Quando fala sobre o jogo sujo está diretamente associado com os políticos. No entanto, sempre existem empresas por trás dessas práticas ruins. 


É uma dança que exige inexoravelmente de dois atores. Há quem pense que é um ato consensual, e quem acredita que partidos força o outro para dançar porque tem o poder de concessão pública em suas mãos. 


A grande maioria das empresas espanholas é honesta e age com respeito pela legalidade, mas também é verdade que cada caso é descoberto (Gürtel, Punica, Brugal, Palau, são...) espirrou um punhado das sociedades. Muitos são pequenos e desconhecidos, mas outros são de grande porte, incluindo vários do Ibex 35. 

Especialistas instar busca soluções, desde que a corrupção tem graves consequências para a economia de um país para dificultar a competição, impedir o desenvolvimento de empresas mais competitivas, retardando a chegada de capital estrangeiro e minar os recursos públicos.

"A corrupção é algo bastante comum em Espanha, mas também em outros países. A diferença é que em mercados como a atitude de anglo-saxão muito mais determinado a combater estas práticas. 


É uma praga na sociedade. Gera desigualdades e incerteza jurídica e aumentar os custos, porque você tem que pagar mais para obter o mesmo ", adverte Ignasi Carreras, diretor do Instituto para a Inovação Social Esade. "É fácil olhar para o outro lado e dizer que não há nenhuma corrupção ou adotar uma vítimas de atitude e pensar que se eu não entrar o jogo não vai crescer. 

É um erro. Quando você age assim enfraquecer sua companhia porque você desincentivas o esforço. O dinheiro que você usar para atingir os estudos é leva embora áreas como a investigação", diz Daniel Truran, Professor da escola da organização Industrial (EOI) e diretor-geral do Fórum Europeu de negócios Bahá ' 

A persistência de tiques antiéticos na maneira de fazer negócios é reconhecida pelos gestores de si mesmos. 52% dos empresários espanhóis assume que a única maneira de ter sucesso é ter contatos políticos, mais do que a média da UE (47%), de acordo com um relatório da Comissão Europeia na luta contra a corrupção publicado em fevereiro passado. 


A empresa que PwC publicado no início deste ano uma pesquisa conduzida entre mais de 5.000 executivos de todo o mundo, segundo o qual metade dos espanhóis entrevistados admitiram ter visto algum crime económico em sua organização nos dois anos anteriores. Outro estudo de EY, relatada cinco meses atrás, denuncia que 36% dos executivos espanholas aprova a prática de comportamentos antiéticos para salvaguardar o seu negócio.


CORRUPÇÃO É UM VIRUS: QUE MATA E NÃO HÁ VACINA CONTRA ELA, SIMPLESMENTE SEUS EFEITOS SÃO:CONFORMIDADE: OPRESSÕRES LEVAM NAS SUAS MÃOS SUBORNOS: E FAZ ENDOIDECER E CORROMPE O CORAÇÃO: E SE DEIXAM ILUDIR PELA LÁBIA DOS CORRUPTOS TUDO ENCAMINHA PARA REPUBLICA BOLIVARIANA NO BRASIL NÃO A VERDADEIRA E SIM A MENTIROSA QUE LEVA NOME DE SOCIALISMO


Existe tanta  corrupção que  nem o  Congresso Americano e  o  Senado  junto  ao Tribunal de Haia  e  até  o  Vaticano juntos  poderiam  trabalhar  sem correr  o risco de  ser mais, aqui no Brasil.

Há quem pense que a corrupção seja um fenômeno recente na sociedade. Se o fosse, não haveria tantas advertências bíblicas contra ela.


“O que anda em justiça, e o que fala com retidão, que arremessa para longe de si o ganho de opressões, e que sacode das suas mãos todo suborno, que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de sangue, e fecha os olhos para não ver o mal; este habitará nas alturas, e as fortalezas das rochas serão o seu alto refúgio. O seu pão lhe será dado, e as suas águas serão certas”. Isaías 33:15-16

“Verdadeiramente a opressão faz endoidecer até o sábio, e o suborno corrompe o coração”. Eclesiastes 7:7



Advertência contra a corrupção no funcionalismo público


“Chegaram também uns cobradores de impostos, para serem batizados, e lhe perguntaram: Mestre, que devemos fazer? Respondeu-lhes: Não peçais mais do que o que vos está ordenado”. Lucas 3:12-13



Advertência contra a corrupção policial

“Então uns soldados o interrogaram: E nós, o que faremos? Ele lhes disse: A ninguém trateis mal, não deis denúncia falsa, e contentai-vos com o vosso soldo”.Lucas 3:14



Advertência contra a corrupção no Poder Judiciário



“Não torcerás a justiça, nem farás acepção de pessoas. Não tomarás subornos, pois o soborno cega os olhos dos sábios, e perverte as palavras dos justos. Segue a justiça, e só a justiça, para que vivas e possuas a terra que o Senhor teu Deus te dá”.Deuteronômio 16:19-20



“Também suborno não aceitarás, pois o suborno cega os que têm vista, e perverte as palavras dos justos”. Êxodo 23:8



“O ímpio acerta o suborno em secreto, para perverter as veredas da justiça”.Provérbios 17:23



“Ai dos que...justificam o ímpio por suborno, e ao justo negam justiça”. Isaías 5:22a,23



“Até quando defendereis os injustos, e tomareis partido ao lado dos ímpios? Defendei a causa do fraco e do órfão; protegei os direitos do pobre e do oprimido. Livrai o fraco e o necessitado; tirai-os das mãos dos ímpios. Eles nada sabem, e nada entendem. Andam em trevas”. Salmos 82:2-5a



“Não farás injustiça no juízo; não favorecerás ao pobre, nem serás complacente com o poderoso, mas com justiça julgarás o teu próximo”. Levítico 19:15



Independência entre os poderes



“Pereceu da terra o homem piedoso, e não há entre os homens um que seja reto. Todos armam ciladas para sangue; cada um caça a seu irmão com uma rede. As suas mãos fazem diligentemente o mal; o príncipe exige condenação, o juiz aceita suborno, e o grande fala da corrupção da sua alma, e assim todos eles são perturbadores”.
Miquéias 7:2-3



 A corrupção é como um vírus altamente contagioso que atinge diversos setores da sociedade, como associações, sindicatos e até mesmo as igrejas, no entanto não são estes setores que mais preocupam a população brasileira, pois é na política que ela está mais presente, onde justamente direta e indiretamente atinge o maior numero de vítimas.
A maior prova de que a política brasileira está infectada pelo vírus da corrupção, se manifesta em seu mais grave sintoma – O que esta havendo na Petrobrás  é  tacitamente  isso.

Os mais caros se apresentam como representantes de um grupo de pessoas e se colocam como seus defensores, criticam o adversário do seu candidato, denunciam irregularidades e cobram soluções de melhorias para sua comunidade ou classe trabalhadora, tudo isso no intuito valorizar seu preço de mercado e vender além do seu voto, o voto de todos os que acreditavam em sua honestidade e compromisso social, mas não é só isso! em sua grande maioria essas pessoas são reincidentes neste tipo de ação, muitos esbanjam bens e imóveis comprados com dinheiro fruto de acordos espúrios feitos com determinados candidatos amantes da corrupção, essas pessoas geralmente estão ligadas exatamente a associações, sindicatos, igrejas ou qualquer outra instituição que de alguma forma detém um certo controle ou supremacia sobre um grande numero de pessoas.
Já o menos valorizado é exatamente aquele que se deixa iludir pela lábia dos corruptos de tabela que abusam de sua boa fé lhe repassando as migalhas da fortuna que recebera. E o pior! Mesmo iludido e enganado; Assim como o político corrupto que desvia recursos públicos para comprar votos e o intermediário que recebe pelo seu voto e os votos de seus pares, todos são corruptos.

A necessidade do aprimoramento das investigações na Petrobras. Reforçamos que lo papel da  Imprensa  seja ela de qual  forma seja a busca pela instalação de uma nova CPI no Congresso para investigar as irregularidades na estatal, e  que os depoimentos colhidos nas delações premiadas serão o ponto de partida dos trabalhos da nova comissão. Para  nós  o resultado da CPMI encerrada recentemente, que teve como relator o deputado federal Marco Maia (PT-RS), não foi satisfatório. Para  tanto  seria  necessários  dois  relatores  para  resolver  um de cada  partido.

Credibilidade

O que venha  a ser  isso,  faço aqui  críticas à política econômica do governo do PT e às contradições entre o discurso petista e as ações de Dilma Rousseff e sua equipe. , o PT será obrigado a recorrer a “pacotes” na busca de criar um cenário de normalidade à economia nacional – algo que, na nossa  avaliação, não aconteceria se a  presidente  renunciasse o  PT.


“A indicação atual da equipe econômica é a negação do que a presidente dizia durante a campanha e a confirmação do cenário ruim que acontecia no Brasil. Para um país sem credibilidade, o custo do ajuste será mais alto. Já até falam em aumento de impostos e corte de direitos trabalhistas, o que  nos  leva acreditar  que  estamos indo mesmo  para  a REPUBLICA  BOLIVARIANA.

Outra contradição do PT destacada pelos  seus  próprio  movimentos é  o que nos diz respeito ao porto de Mariel, em Cuba. Nos últimos dias, membros do PT disseram que a retomada das relações diplomáticas entre o país caribenho e os EUA mostrava que o governo brasileiro teve uma boa ideia ao financiar o empreendimento.

“Isso é uma grande mentira. O porto foi construído com recursos financeiros, será benéfico a Cuba e administrado por uma empresa de Singapura, sem benefícios ao Brasil. Saudamos  a retomada das relações, acreditamos que foi um passo diplomático importante, mas dado sem nenhuma participação do Brasil”, como afirmou a  DILMA.

PÉTROBRAS: GRAÇA FOSTER EU CONFIO NELA, E VAI PERMANECER NO GARGO , E VENINA NÃO TEM PROVAS

No escândalo por revelações de corrupção na maior empresa estatal no Brasil e em um tempo quando a oposição está a exercer uma pressão máxima de demitir toda a cúpula da Petrobras, a presidente Dilma Rousseff disse esta manhã em um café da manhã com jornalistas em Brasília que "não pretende mudar a direção" ou o Presidente da companhia de petróleo do estado, Graça Foster. 

"Eu sei Graça [Foster]. Sua seriedade e sua correção, Dilma defendida. O Presidente, no entanto, se admitiu que haverá mudanças no Conselho de administração da empresa.

Apoio ao Presidente da empresa, que tem disponibilizado para o escritório dele, na semana passada, não é um acidente e visa aplacar a denúncia de um fortemente da Petrobras que declarou sexta-feira passada no escritório do promotor que Foster sabia das irregularidades que hoje é-um dos maiores casos de corrupção no país porque é alertado por e-mail várias vezes. VENINA Velosa da Fonseca, empregado desde 1999 e agora adeus, reafirmou sua queixa oficial domingo em um programa com máxima audiência onde disse que ele, pessoalmente, disse o Presidente da empresa.

"Não tenho nenhuma indicação de falta de credibilidade na mesma", disse Dilma, deixando claro que, por enquanto, vai resistir a pressão. "Não vejo qualquer sinal de irregularidade na direção atual da Petrobras. Não para ver as irregularidades, não eu posso punir". Dilma confirmou que Foster já tinha colocado sua posição disponível mais de uma vez desde que ele tomou posse em 2002.

Os jornalistas também questionaram Dilma sobre a lista que veio à tona na semana passada com os nomes dos 28 políticos supostamente envolvidos nos desvios de dinheiro da companhia de petróleo. De acordo com O de Estado S. Paulo que pronto, fruto das denúncias do ex-diretor da oferta empresa de Paulo Roberto Costa, diz que uma gama de políticos que teriam beneficiado da rede corrupta, a maioria dos aliados do governo.

Dilma defendeu que a lista não é oficial. "Eu só irá considerar que é oficial no dia em que o promotor diz-me", disse. Perguntado sobre a quantidade de dinheiro desviado por alguns funcionários da Petrobras, o Presidente disse que era "um absurdo".

O Presidente também disse que consultará com o gabinete do Procurador a nomeação de novos ministros que farão parte do seu governo a partir de 2015. "Eu vou perguntar: há alguma coisa contra isso e impedindo-me para nomeá-lo?, Dilma Rousseff disse que de acordo com o jornal ou o estado de S. Paulo, que estava presente na reunião." Dilma Rousseff disse que na terça-feira que pode divulgar os nomes de alguns dos seus futuros ministros, enquanto a formação completa do governo só será divulgada quando você transformar suas férias na Bahia, alguns dias antes do final do ano.

Durante o café da manhã, que durou pouco mais de uma hora, o Presidente anunciou que irá abrir o capital do banco estatal Caixa Econômica Federal, embora ele ressaltou que é um processo que leva um ano para ser. Dilma Rousseff, que não quis fazer previsões sobre o PIB em 2015, também disse que seu governo tomará "medidas drásticas" na economia, embora ele não especificou qual será se assegurado que não há será sem cortes em programas sociais.

EXCLUSIVO NICOLAS MADURO ROMPE COM A OEA, POR CAUSA DA UNIÃO ENTRE CUBA E ESTADOS UNIDOS E ANTES DA DECISÃO USA ONOME DO POVO E AINDA QUER TIRAR VANTAGEM


A relutância da Venezuela e Bolívia pelo embargo à assembleia ilha legal da organização dos Estados americanos

Os tempos que América Latina tem unanimemente aplaudido uma ação dos Estados Unidos podem contar nos dedos da mão. E talvez mais dedos. A decisão do Presidente Barack Obama de normalizar as relações com Cuba após meio século de isolamento que, em suas palavras, "não funcionou", tem sido uma das raras ocasiões.

O continente tem reagido em uníssono a uma alegação que tinha aprovado por décadas e que foi um dos principais símbolos de 'o imperialismo ianque ' na região.

Os louvores da decisão do governo do presidente democrata tem sido constantes desde Obama surpreendeu o mundo com sua decisão de quarta-feira 17.

Principais aliados de Washington na região, como a Colômbia - que está em plena negociação com as FARC em La Havana - México comemorou a "Audácia" e "coragem" do passo dado.

Mas países com mais relações tensas com os Estados Unidos como da Venezuela, Nicolas Maduro ou Bolívia e Equador também levado para saudar o momento 'histórico'. "Temos de reconhecer o gesto de Barack Obama, sua coragem," declarou o presidente venezuelano.

Falta no entanto uma imagem que mostra que, pela primeira vez, há rachaduras na bênção da região, além de ideologias. O local escolhido para esta finalidade foi a organização de Estados americanos (OEA), que tinha previsto a questão nesta segunda-feira uma declaração simples negociado dias antes onde dar o assentimento continental e uníssono à etapa histórica.

No último minuto, no entanto, poderia mais antigas divisões.

Venezuela levou uma demanda apoiada pela Bolívia - que foi que oficialmente apresentado o texto alternativo - e Nicarágua que a declaração deve incluir uma menção do embargo comercial e económico que continua a pesar contra Cuba. Embora o objetivo declarado era para não deixar a OAS até a adoção de uma declaração conjunta, para a frustração de outros países, a alegação de estourar essa foto da unidade absoluta que as nações mais queriam ter dado.

Acabar com o embargo é algo que o próprio Obama disse que quer, mas é uma decisão nas mãos do Congresso, não o executivo.

O embaixador da Nicarágua junto à OEA, Denis Moncada, justifica-se sua insistência sobre a reforma do texto original para incluir a esperança do corpo nas quais "diálogo negociado pode levar a acabar com o embargo".

"Dizer na OEA é uma forma de estimular o executivo e o legislativo" americanos, Moncada disse a jornalistas, que representantes da Venezuela e Bolívia foram insistindo para seus colegas que seu documento foi negociado.

Enquanto ninguém duvidou de que o organismo vai acabar por emitir uma declaração com o apoio já manifestado pelos seus governos e reiterou segunda-feira no plenário, mais uma vez, por todos os países, incluindo Venezuela, Bolívia e Nicarágua, mais do que um diplomata lamentou a imagem desnecessária de incompreensão e a ineficácia da OEA que causou o atraso inesperadoIsso forçou os diplomatas para negociar por horas.

"Não pode existir o silêncio desta organização contra um fato histórico que se divide em dois, a história do nosso continente", afirmou o embaixador da Colômbia, Andrés González.

A normalização das relações entre os dois inimigos históricos da região é um facto "como OAS chama-na uma nova visão da organização", salientou e advertiu: "o mundo será certamente não para estar ciente do que dizemos, mas haverá se não dizemos".

"A incapacidade de chegar rapidamente um consenso sobre uma coisa tão simples como expressar nossa satisfação é uma injustiça para com esta organização," concordou Granada, Angus sexta-feira, embaixador, expressando em voz alta "frustração" que eles também relataram muitos países do Caribe e o continente.

Apesar do revés na OEA, Estados Unidos espera fazer receitas no continente de sua decisão.

A normalização das relações com Havana "irá melhorar a posição do nosso país no hemisfério e no mundo", disse a secretária de estado norte-americana, John Kerry, em um editorial no jornal Miami Herald no domingo.

Algo que, muito provavelmente, será para o próximo compromisso do continente, a cúpula das Américas, que vai acolher o Panamá em abril de 2015.

Foi precisamente nesse cenário onde EUA foram um daqueles raros aplauso unânime da região. Foi de abril de 2009 e Barack Obama só tinha encomendado um gesto tímido de abertura para Cuba, para facilitar a transferência de remessas e viajar para os ilha de cubano-americanos. Mas eles tiveram que passar quase seis anos para que prometendo gesto traduz-se em política mudar praticamente todos os presidentes latino-americanos que visitou-o no salão oval, desde então ele reivindicaram para Obama.

Falta no entanto uma outra etapa, que neste caso está nas mãos de Havana: o retorno de Cuba à OEA, onde existem todos os outros países, apesar das diferenças ideológicas.

A OAS levantou em 2009 - com a aprovação do EE UU - suspensão histórica que tinha mantido a Cuba da OEA desde 1962, a mando precisamente Washington. Havana no entanto clara imediatamente deixou sua abnegação em troca de uma organização que é considerada ultrapassada por outras instituições regionais como o Celac ou Unasul, onde já participa ativamente.

Seu retorno à OEA..--até o fim e depois o único órgão que reúne todos os países do continente americano, do Canadá à Argentina - no entanto teria um significado mais profundo: para re-entrar na câmara de países o edifício histórico em Washington, Havana deve aceitar a Carta Democrática Interamericana - e sua cláusula democrática - que, desde 2001, tornou-se um padrão básico da organização.


É INACREDITÁVEL  COMO USAM O NOME  DO POVO!

Venezuela tenta tirar vantagem da instrução que a organização dos Estados americanos (OEA) negocia para manifestar o seu apoio a normalização das relações entre os Estados Unidos e Cuba se vingar pela imposição de sanções para altos funcionários do governo de Nicolás Maduro decretado por Washington.

Não só ele está dilatando Venezuela, junto com a Bolívia e com o apoio da Nicarágua, a adopção de um texto simples e concordou com a apresentação de uma emenda que inclui uma menção do embargo americano sobre Cuba. 

Além disso, o seu representante suplente junto à OEA, Carmen Velásquez, fez uma proposta de última hora para incluir no texto, algo que não tem nada a ver com a situação bilateral: um condena gerais sanções a países terceiros.

O parágrafo que Venezuela quer incluir, "aproveitando-se da experiência de toda esta situação", de acordo com Velasquez: "votar porque ser erradicada a prática internacional de impor sanções unilaterais contra o soberano dos Estados".

Apenas um dia após o anúncio histórico da restauração das relações com Cuba, o Presidente Barack Obama assinou a lei de defesa dos direitos humanos e da Sociedade Civil na Venezuela, 2014. 

A legislação impõe sanções contra cinquenta funcionários do governo que denicolas Maduro considerado responsável por violações dos direitos humanos, em oposição lasprotestas erguido entre fevereiro e junho.

A decisão provocou a indignação do Maduro que, um dia depois de ter saudado a "coragem" de Obama em relação a Cuba, descrito como "insolente" as novas sanções. Ao mesmo tempo, advertiu Washington contra subestimar "a força e a consciência do povo da Venezuela".


Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog