A Mulher que acusou os seguidores de Jair Bolsonaro de Ataque Não Registrou B.O , portanto não tem crime







RENATO  SANTOS  10/10/2018  Segundo o Jornal Correio do Povo, de Porto Alegre, a jovem que diz ter sofrido um ataque que teriam desenhado uma suástica em seu corpo desiste da ocorrência.

Acusar  os  outros  é  fácil, mas  na hora  de provar  tirou  o  corpo  fora,  Jair  Bolsonaro  não tem nada  haver  com  isso.




Segundo o delegado Paulo Jardim, da 1° DP de Porto Alegre, a investigação está suspensa, pois, a vítima se negou a representar criminalmente e sendo assim não existe crime.

Em Porto Alegre, uma mulher de 19 anos afirmou ter sido marcada na barriga por três agressores em represália por estar usando uma camiseta com a frase #Elenão, em referência ao candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL). 


Saiu A Primeira Pesquisa do Segundo Turno Bolsonaro 58% Haddad 42% TV Globo/DataFOlha







RENATO SANTOS  10/10/2018  Já  saiu  as  primeiras  pesquisas  eleitorais  do  segundo  turno  para  o desespero da  esquerda  brasileira e  a vantagem  é  bem maior  do que  a primeira pesquisas  do primeiro  turno  entre  Jair Bolsonaro  e  Haddad.  Isso  mostra  que brasileiros  não  vão  aceitar  a  doutrinação  comunista  e  seus  efeitos  na  Nação, ninguém de sã  consciência  quer   ser  uma  VENEZUELA .



O Datafolha divulgou nesta quarta-feira (10) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado nesta quarta, dia 10, e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 58%
Fernando Haddad (PT): 42%

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 49%
Fernando Haddad (PT): 36%
Em branco/nulo/nenhum: 8%
Não sabe: 6%

Margem de erro é 2 pontos percentuais para mais ou para menos

A pesquisa ouviu 3.235 eleitores em 227 municípios no dia 10 de outubro
Registro no TSE: BR-00214/2018
Nível de confiança: 95%

Contratantes da pesquisa: TV Globo e “Folha de S.Paulo”

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

*Com informações do G1.

Desmentindo o PT <<>> Bolsa Família Foi Criada Por FHC em 2004 Lei 10.836/2004 <<>> E não Lula <<>> Quem Impulsionou a Unificação dos programas foi Dona Ruth Cardoso <<>> Agora Jair Bolsonaro Vai Melhorar o Rendimento acrescentar o 13. Salário no Programa












RENATO SANTOS  10/10/2018  Há  uma grande diferença o que  o PT  estava  fazendo com a  bolsa família  deste  2010,  agora  precisa  passar  por  critérios  rigorosos  e  deixa  pra quem  realmente  precisa  usar  o benefício. 



A lei número 10.836, de 2004, que cria o Bolsa Família, diz que o programa tem por finalidade a “unificação” do PNAA (Programa Nacional de Acesso à Alimentação), criado pelo governo Lula com programas de FHC, entre eles o Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Auxílio-Gás e Cadastramento Único do Governo Federal.

Quem criou o Bolsa Família foi FHC, não Lula. ... Precisa ler, inclusive, o texto da Medida Provisória que impôs a unificação dos programas de transferência de renda criados por FHC, em outubro de 2003, depois convertida na Lei 10.836, de 9 de janeiro de 2004.

A então primeira-dama do Governo FHC, Ruth Cardoso, impulsionou a unificação dos programas de transferência de renda e de combate à fome no país. Desde que foi criado, em 2003, o Bolsa Família cresceu muito, de pouco mais de 3 milhões de famílias para cerca de 14 milhões, número estável desde 2012.

O governo federal publicou nesta sexta-feira (1º) no "Diário Oficial da União" um decreto que reajusta o valor mensal dos benefícios do Bolsa Família. Pela publicação, pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza receberão R$ 89 como benefício básico. Atualmente, o valor é de R$ 85

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), anunciou nesta quarta-feira, através de um vídeo publicado nas redes sociais, que pretende pagar décimo terceiro aos beneficiários do programa bolsa-família.

A proposta vem como resposta às fakenews propagadas pelo candidato do PT, Fernando Haddad.

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, já tinha adiantado que a proposta estava nos planos do partido e foi incorporada ao programa de governo com aval do candidato.

"Foi algo inclusive costurado e desenhado pelo general Mourão", afirmou Bebianno.

A ideia é que o pagamento aos beneficiários do Bolsa Família seja feito em duas vezes, assim como é feito o pagamento do décimo terceiro salário tradicional.

Bolsonaro confirmou a nova proposta e afirmou que os recursos serão obtidos através do combate às fraudes. Segundo o candidato, retirar o bolsa-família seria um "ato de desumanidade". O candidato também pretende aumentar o valor do benefício para quem realmente precisa.

Eleições de Guarulhos São Paulo Zona Eleitoral 0394 Seção Eleitoral 0414 <<>> 299 eleitores porém 264 compareceram Votos Brancos 10 e Nulos 43 <<>> Bolsonaro 86 votos e Haddad 47 Dia 12 começa as campanhas para 2.º Turno










RENATO SANTOS  10/10/2018  As  eleições  de  2018,  em  Guarulhos as  urnas  funcionaram perfeitamente, a  gazeta  central  divulgará  a  secção da  Zona  Eleitoral  já que  está  disponível  os  resultados, como  exemplo a ser  seguido a  todas  as  zonas  eleitorais  do  Brasil.  Não  caiam  na informação  de urnas  fraudáveis  ante  consultem  o portal  do  TSE.


Na  zona  eleitoral  de Guarulhos,  tivemos  um total de 299  eleitores  aptos  para  votar, porém,264  compareceram e  35  faltaram

Justiça EleitoralResultado disponibilizado em 09/10/2018 às 15:00 horas
Tribunal Regional Eleitoral [SP]Imprimir
Boletim de Urna
1º Turno
07/10/2018
Eleições Gerais Estaduais 2018 / Eleição Geral Federal 2018

Identificação
Município64777 - GUARULHOS
Zona Eleitoral0394Local de Votação1422
Seção Eleitoral0414Quantidade de Seções Agregadas0
Seções Agregadas0
Eleitores aptos299Comparecimento264
Eleitores faltosos35Habilitados por ano de nascimento16
Código identificação UE1782521
Data de Abertura da UE07/10/2018Hora de Abertura da UE08:02:36
Data de Fechamento da UE07/10/2018Hora de Fechamento UE17:05:51
Flash CardDD8341BBCódigo de Indentificação da Carga110,245,984,123,537,755,025,774
Data da Carga01/10/2018Hora da Carga15:09:00
Situação da SeçãoApurada
RESUMO DA CORRESPONDÊNCIA025,774



Eleitores aptos                 299
Total de votos nominais 211
Brancos                                   10
Nulos                                   43
Anulados e apurados em separado 0
Total apurado                 264

Nome  do Candidato          Numero    Votos 
CIRO GOMES                        12 25
FERNANDO HADDAD        13 47
HENRIQUE MEIRELLES        15 3
VERA                                        16 1
JAIR BOLSONARO                17 86
MARINA SILVA                        18 2
ALVARO DIAS                        19 2
JOÃO AMOÊDO                        30 9
GERALDO ALCKMIN        45 23
GUILHERME BOULOS        50 2
CABO DACIOLO                51 10
JOÃO GOULART FILHO        54 1






O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou hoje (9/10), em sua página na internet, os boletins de urna (BUs) com o quantitativo de votos apurados no primeiro turno das Eleições 2018. 

O link Boletim de urna na web permite consultar os resultados de cada urna em qualquer parte do país e do exterior. Para efetuar a pesquisa, basta preencher os campos unidade da Federação, município, zona e seção. Para consultar as urnas do exterior, basta selecionar no campo “UF” a sigla ZZ. 


A publicação atende à Resolução TSE nº 23.554/2017, que dispõe sobre os atos preparatórios para as Eleições 2018. 

O artigo determina que a publicação dos boletins urna deve ocorrer três dias após o encerramento da totalização em cada unidade da Federação. O BU contém os seguintes dados: total de votos recebidos por cada candidato, partido político, votos brancos, votos nulos, número da seção, identificação da urna e a quantidade de eleitores que votaram na respectiva seção eleitoral. 
Amanhã (10/10), serão disponibilizadas para consulta as Tabelas de Correspondências Efetivadas, um mecanismo de segurança que possibilita que o sistema identifique a urna que gerou determinado boletim de urna. Já as informações sobre os boletins de urna em formato banco de dados estarão disponíveis até sexta-feira, 12 de outubro, no Repositório de Dados Eleitorais.
Os candidatos a presidente da República Jair Bolsonaro, da Coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos (PSL/PRTB), e Fernando Haddad, da Coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PC do B/PROS), e 28 candidatos a governador em 13 estados e no Distrito Federal retomarão nesta sexta-feira (12) a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão destinada ao segundo turno do pleito. O horário eleitoral gratuito ocorrerá de segunda-feira a sábado e terminará no dia 26 de outubro, também uma sexta-feira, antevéspera do segundo turno das eleições.

De acordo com a legislação eleitoral, o segundo turno das eleições deve ocorrer quando os candidatos às eleições majoritárias a presidente da República, a governador ou a prefeito não obtêm metade mais um dos votos dados aos candidatos ao respectivo cargo no pleito. Neste caso, a lei determina que disputarão o segundo turno os dois candidatos mais votados na primeira etapa das eleições. Só há a possibilidade de segundo turno para prefeito nos municípios com mais de 200 mil eleitores. 

Cada um dos dois candidatos a presidente da República contará de segunda-feira a sábado com 10 minutos de propaganda eleitoral em rede, divididos em dois blocos de 5 minutos para cada um dos concorrentes, para divulgar suas propostas e plano de governo. Eles anunciarão suas propostas das 7h às 7h10, e das 12h às 12h10, no rádio; das 13h às 13h10, e das 20h30 às 20h40, na televisão.

Já os candidatos a governador que disputam o segundo turno também terão 10 minutos de propaganda eleitoral em rede, repartidos em dois blocos de 5 minutos, para propagar seus planos e projetos. 

Eles divulgarão suas propostas das 7h10 às 7h20, e das 12h10 às 12h20, no rádio; das 13h10 às 13h20, e das 20h40 às 20h50 minutos, na televisão.

Nos estados onde não houver segundo turno para governador de estado, a propaganda eleitoral no rádio e na televisão dos dois candidatos a presidente da República somente ocorrerá nos horários estipulados para a divulgação das propostas dos que concorrem a esse cargo.

Durante o período do horário eleitoral gratuito do segundo turno, as emissoras de rádio e de televisão e os canais de televisão por assinatura reservarão, para cada cargo em disputa, 25 minutos, de segunda-feira a domingo, nos quais serão veiculadas inserções de 30 e 60 segundos.

Confira a Resolução TSE nº 23.551/2017, que trata da propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito e condutas ilícitas em campanha eleitoral nas eleições.

Gazeta Central Google

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Espaço Publicitário

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog