GAZETA CENTRAL INSTAGRAM

O sistema assegura que três milhões de pessoas têm acesso à internet na ilha

Havana, 21 de agosto de 2015
renato santos

As estatísticas do governo cubano indicam que a ilha ultrapassou três milhões de usuários com acesso à Internet em 2014, adicionando 125 mil novos nesse período, de acordo com dados divulgados pelo Escritório Nacional de Estatísticas e Informações (onei), informa EFE.

Em uma publicação sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicações (TIC) em seu site, o onei também indicada para aumentar os usuários, os computadores nas mãos da população ascenderam a mais de um milhão (1067 , 400) em 2014, dos quais mais de 533 mil tinham conexão de rede.

Cuba é um dos países com a mais baixa taxa de conectividade com a Internet no mundo, 5%, que é reduzido para 1% para a banda larga.

Acesso à Internet a partir de casa é restrito a certos sectores profissionais como médicos, jornalistas e intelectuais.
Mas para além da ligação dos hotéis, nos últimos meses, o serviço público foi ampliada com a abertura de novas salas de navegação, anunciou que a empresa estatal de telecomunicações ETECSA, que controla o sector na ilha no final 2015 será de cerca de 300 em todo o país.

A isto é adicionado o novo serviço de navegação de 35 zonas de acesso sem fio à Internet em espaços públicos em várias cidades da ilha, aberto de 1 de Julho, e as reduções de tarifas para os usuários do serviço de Nauta, que permite acessar uma conta de e-mail local no móvel.

A telefonia móvel em Cuba ultrapassou 3 milhões de usuários em abril, e conforme anunciado pelo monopólio ETECSA, o plano da empresa para o período de 2015 e 2018, prevê um crescimento anual de cerca de 800.000 linhas celulares.

POLICIA DE CUBA TIRA O PASSAPORTE DA ATRIZ CUBANA

Nova York, 22 de agosto de 2015
renato santos




A artista cubana que eles saibam da sua partida para a plataforma 

I também exigem a, durante o voo, através da rede sem fio e não antes, para evitar encontros com a segurança do Estado e alguns outro incidente ao longo do caminho. 

De qualquer maneira, no aeroporto de Havana em agente "Javier", que deixou claro que ele estava lá porque ele tinha sido advertido que Tania estava indo para o aeroporto e deixá-lo saber que, possivelmente, em setembro de viagens para Nova York foi apresentada.

Bruguera foi finalmente deixou Cuba após oito meses detida depois de tentar realizar uma performance na Praça da Revolução em 31 de dezembro. As autoridades retiraram o passaporte e acusando-a de "resistência e desordem."

De acordo com um comunicado da plataforma #YoTambienExijo, a artista levava de Havana a Nova York para participar como um membro da Yale Mundial Fellowship de 2015.

O regime disse o artista de 26 de junho demissão do seu caso e em 11 de julho foi devolvido o passaporte. Bruguera tentou sair de Cuba sem publicidade, para evitar encontros com a Segurança do Estado. No entanto, no aeroporto de Havana foi-lhe dado o agente 'Javier'.


"Deixamos claro que ele estava lá porque ele tinha sido advertido que Tania estava indo para o aeroporto e para se comunicar em setembro, possivelmente, viajar para Nova York," #YoTambienExijo explica em seu comunicado.

Depois de 8 meses em Cuba, # TaniaBruguera acaba de desembarcar no aeroporto JFK, em Nova York em um vôo de Havana para participar como membro da Yale Mundial Fellowship 2015 e cumprir os seus compromissos para o Departamento de Assuntos Culturais da NYC. Ele foi recebido no aeroporto por funcionários de Yale.

A GAZETA CENTRAL IRBING INTERNACIONAL PEDE AO JORNALISTAS BRASILEIROS QUE PAREM DE APOIAR CUBA, COLEGAS ESTÃO SENDO PERSEGUIDOS PELO REGIME DOS CASTRO NÃO HA LIBERDADE DE IMPRENSA NÃO SE ENGANEM

Artemis, 21 de agosto de 2015
renato santos

Aos  Jornalistas  que defendem  o Comunismo e  o PT, vejam o que ocorre  com os colegas  em CUBA.


Jornalistas de O hostigamineto Artemis majadero e estão sujeitos a perseguição por parte das autoridades da província.


A polícia política prendeu o diretor Raul Velazquez Valdes e outros membros da newsletter O majadero de Artemis na saída do hospital provincial, onde um deles tinha ido para checkup
"Vamos destruir o ICLEP disse, nós não vamos parar de imprimir e distribuir o boletim informativo".

Segurança do Estado também pede os Comitês de Defesa da Revolução contra comunicadores Gazette majadero de Artemis.


"Nós nos reunimos para reprimir contra-revolucionária de volta aqui", disseram entre outras coisas, em uma reunião onde as autoridades tentaram reunir num único CDR para os cidadãos destes grupos, a fim de prepará-los para submeter jornalistas Raul Velazquez Valdes Perez Warley Cruz. 

A atividade foi realizada a 17 de agosto, às 9 horas, na residência do diretor do majadero de Artemis na popular conselhos La Matilde.

Eles também foram detidos, reprimido e ameaçaram jornalistas que estavam a cobrir os acontecimentos na província ..


NOTA: Detenções e assédio de jornalistas ICLEP cidadãos são devido ao trabalho de comunicação feito interagindo diretamente com as pessoas através de boletins informativos refletindo em suas páginas os sentimentos de cubanos comuns e dar voz àqueles do regime remove-lo.

Os jornalistas também dizer que desde o início das negociações entre o regime de Havana e a repressão do governo dos Estados Unidos tem aumentado de forma alarmante. 

O Instituto Cubano para a Liberdade de Expressão e Imprensa está muito preocupado que a repressão vai continuar contra a imprensa alternativa à ilha.

Por favor, mostre a sua solidariedade para com os jornalistas cidadãos reprimidos compartilhar este alerta a redes sociais e torná-lo conhecido quantos indivíduos, organizações e instituições ao seu alcance para exigir que ele regime Havana, um fim à repressão do governo liberdade de expressão e de imprensa em Cuba.

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog