GAZETA CENTRAL INSTAGRAM

CASO DA KAYLA, ELA FOI ABUSADA VÁRIAS VEZES PELO SEU ESTUPRADOR LÍDER DO ESTADO ISLÂMICO , E DEPOIS COVARDEMENTE FOI ASSASSINADA

renato santos
16/08/2015

O grupo terrorista  não  perdoa  ninguém ,desta  vez  foi uma jovem norte americana, que foi  estuprada várias  vezes  pelo  líder do estado Islâmico, Kayla Mueller tinha 26 anos quando sua morte, primeiramente divulgada pelos terroristas, foi confirmada, em fevereiro. Ela foi capturada enquanto fazia trabalhos humanitários no norte da Síria em 2013.




Só agora  o caso  foi divulgado, devido as  investigações no corpo dela, já que foi levada de volta  para  os Estados Unidos, o estuprador trata-se  do líder do estado Islâmico ( EI), Abu  Bark Al- Baghdadi,  cuja a morte  foi  confirmada  em  fevereiro , segundo as informações  do sites  " TAIME"  e  " DALY MAIL".

Funcionários  do governo disse que  Kayla, foi morta no cativeiro pelo grupo terrorista  sendo abusada  várias  vezes, os pais da jovem  confirmaram  o ocorrido  quando  davam entrevista  n aTV ABC NEWS.

As autoridades americana só souberam  do  fato, depois de fazerem as devidas investigações, as meninas  contaram os  fatos ocorridos, ela  tinham 16 e 18  anos, mas, conseguiram escapar,  do mesmo complexos onde a  vítima era mantida, as  jovens  também eram abusadas.


De acordo  com as  vítimas que conseguiram se livrar  do estuprador e  assassino,  Kayla  foi mantida presa  na  casa do Abidu Sayyaf  , um tunisiano responsável   pelas receitas de petróleo e  gás.

Essas  informações segundo  sobre  o abuso da jovem desmente as acusações de que  ela  teria se passado  para  o Estado  do Islamismo e  casada  por  vontade  própria.

OUTRO AVIÃO CAI NA INDONÉSIA É O TERCEIRO NAQUELA REGIÃO, AVIÃO ENCONTRADO COM 54 PASSAGEIROS MORTOS

16/08/20156 renatosantos

Foram encontrados neste domingo, em Papua-Nova Guiné, os destroços de um avião indonésio que carregava 54 pessoas, segundo autoridades.
O voo da Trigana Air perdeu contato com os controladores às 14h55 horário local (2h55 no horário do Brasil), enquanto voava de Jayapura para Oksibil, cidades localizadas no país da Oceania.
Autoridades informaram que a aeronave foi encontrada na região de Bintang, não muito distante do ponto onde pretendia pousar. Trata-se de uma região montanhosa e remota, de difícil acesso.
O ATR42-300 levava 44 passageiros adultos, cinco crianças e cinco tripulantes. Ainda não há confirmações quanto a sobreviventes.
Os destroços foram encontrados por moradores locais, que alertaram as autoridades.
Acredita-se que o acidente tenha sido causado pelo mau tempo na região.
Um segundo avião, designado para buscar o desaparecido, foi forçado a voltar porque as condições de voo estavam muito perigosas.
Uma busca oficial foi suspensa durante o anoitecer.

GOLPE DO PT CONTRA OS BRASILEIROS, SE LULA ACEITAR SER MINISTRO

renato santos
16/08/2015

Movimentos de oposição ao Governo de Dilma Rousseff domingo 16/08 voltou às ruas, para a 3ª. Uma vez em 2015, para pedir, em 257 cidades e vilas do país, a demissão do Presidente. 



Em meio a uma crise política e econômica que desestabilizou o país, os organizadores estão chamando para os brasileiros para protestar dos Trabalhadores Partido Dilma e pedir-lhes para sair ou por impeachment ou renúncia ou recurso. 

De acordo com o grupo de Ven rua mais uma vez que é esperado para liderar manifestações São Paulo, com uma participação maciça de pessoas na Avenida Paulista. 

É previsível que a participação popular é inferior à 10/04: perguntas abundam sobre um possível impeachment de Dilma. 

Os brasileiros estão começando a se perguntar se a saída de Dilma seria uma boa opção em uma época em que nem o governo nem a oposição representam perspectivas futuras, consideradas por Renato Meirelles, do Instituto Data Popular. 

Enquanto isso, a imprensa PT mais próximo que ele insiste em que Luiz Inácio Lula da Silva deve tomar agora no armário de Dilma, um super ministro para resgatar a iniciativa política do governo. Aqui está um exemplo:

Luiz Inácio Lula da Silva para aceitar imediatamente o convite para integrar o gabinete de Dilma Rousseff. 

Ao contrário do que muitos podem pensar, não existe um atalho para a impunidade ou a qualquer outra posição privilegiada.

É uma medida drástica, e também sujeita a diversos graus de mal-entendido. Mas Lula tem o direito de defender-se contra uma perseguição política cada vez mais claro, agora reforçado pela divulgação em detalhes de uma investigação sobre a sua empresa, Luiz Inácio Lula da Silva, LILS.

Eles são filtrados conversas telefónicas, informações financeiras sobre seus parentes sejam tornados públicos, com o único propósito de criar um ambiente favorável a um ato arbitrário. Não há prêmios para adivinhar o que está em curso.

Eu aprendi, mesmo em tempos de luta contra a ditadura, que a democracia é uma luta que deve bloquear incondicionalmente. Os direitos e garantias democráticas que a Constituição garante a uma pessoa deve estar acima de outras considerações.

Eles não podem ser colocados sob suspeita ou motivo de insinuações maliciosas. Eles podem ser relaxado gosto de conveniência política. Há de ser respeitada dentro da lei. Quando isso não acontece, as pessoas têm todo o direito de tomar as medidas ao seu alcance para defender.

Se o preço de preservar sua liberdade Lula é assumir um posto no gabinete, não vejo razão para que não se deve fazer.

É o político que ajudou a construir o atual governo. Ele tem uma representatividade inegável. E se isso parece estranho fazer isso, gostaria de saber se é normal que existam pessoas que estão detidas há meses sem julgamento. Você são pressionados a fazer acusações premiada como a única maneira de recuperar a liberdade.

Eu sei que muitas pessoas apoiam o que está acontecendo. Eu não aceito. E basta ler os jornais para encontrar juristas respeitados que pensam da mesma maneira.

Não custa nada lembrar que a situação não impedem a abertura de quaisquer queixas contra Lula e eles são cuidadosamente investigados, como é o caso com dezenas de políticos acusados ​​no caso Lava Jato.

Mas o ex-presidente irá garantir condições adequadas para a defesa, que é difícil imaginar que está acontecendo agora. 

Vivemos em um mundo que, como o juiz do Supremo Tribunal Federal (STF), disse Marco Aurélio Mello "é primeiro parou para investigar mais tarde", um sistema que outro juiz, Teori Zavaski denunciado como "medieval".

RIBEIRÃO PRETO, FRANCA E SERTÃOZINHO FIZERAM MANIFESTAÇÃO TEMA ESTAMOS DE OLHO EM VOCÊS

16/08/2015


Milhares de pessoas participaram de um protesto em Ribeirão Preto (SP) na manhã deste domingo (15). Organizado por grupos como o Reage Ribeirão, o Vem pra Rua e o Brasil Livre, o ato contra a corrupção no Brasil durou cerca de quatro horas e percorreu dois quilômetros pelas ruas do Centro da cidade. De acordo com o tenente coronel da Polícia Militar Renato Armando Alves, 25 mil pessoas participaram da manifestação. A princípio, a PM informou que 35 mil manifestantes integraram o movimento. Segundo os organizadores, os participantes foram 50 mil. Não houve registro de ocorrências.

foto roseli ferreira g1 

Em Franca (SP), 4,5 mil pessoas foram às ruas na manhã deste domingo, segundo estimativa da Polícia Militar. Integrantes da Maçonaria lideraram o ato, que pediu reforma política, o fim da corrupção e o impeachment da presidente Dilma. Os organizadores informaram que 5 mil pessoas formaram o grupo que se reuniu no Centro da cidade por volta de 9h30 e, em seguida, caminhou pelas ruas ao redor da Praça Nossa Senhora da Conceição.

Moradores de Sertãozinho (SP) também protestaram contra o governo da presidente Dilma neste domingo. Segundo os organizadores e a Polícia Militar, cerca de 2 mil pessoas participaram do ato. O grupo se reuniu na Praça Vinte e Um de Abril, no Centro da cidade, por volta de 9h30, e depois partiu rumo ao Ginásio de Esportes Pedro Ferreira dos Reis, trajeto de aproximadamente 1,5 quilômetro.
A passeata contou com o apoio de um carro de som e de motoristas, que realizaram um "buzinaço" durante todo o percursso. Por volta de 11h, os manifestantes retornaram à praça central da cidade pela Avenida Antônio Paschoal. O ato foi acompanhado pela Guarda Civil Municipal e pela Polícia Militar, que não registraram atos de violência ou vandalismo.
O ato em Sertãozinho também reuniu manifestantes contra a política econômica, tendo como enfoque a crise no setor sucroalcooleiro, que atinge a geração de empregos na cidade. "Está tudo enrolando. A gente está com bastante desemprego, as usinas e as metalurgias dispensando. Não tem como continuar desse jeito. A gente quer um país melhor”, diz o torneiro mecânico Cláudio Davi Junior.


GUARULHOS CIDADE ONDE O PREFEITO ALMEIDA É DO PT, TAMBÉM ENTRA NA MANIFESTAÇÃO CONTRA DILMA E LULA E PEDEM O FIM DA CORRUPÇÃO

renato santos
16/08/2015

Em Guarulhos, onde tem o prefeito Almeida e  sua péssima administração e  vergonhoso  também  faz manifestações  contra  o seu governo, PT , a manifestação  ocorre no centro da  Cidade, principalmente  na  Avenida Paulo Faccini , a favor do Brasil.



Guarulhos, sofre  com a  corrupção e  a má administração do Prefeito Almeida e  de seus secretários, mas  o  foco principal  é  mesmo as denuncias  do lava jato , BNDS, entre  elas a Petrobras e ao  apoio  ao  Juiz  Sergio Moro.

Não  houve acidentes  nem confusão, apenas  os cartazes e  faixas  pedindo a  saída  da DILMA e cadeia  para  o LULA.

Quanto  aos números de  participantes nas manifestações  segundo  o Comando da Policia Militar  só será  passado  as  19  horas.






EM CURITIBA CERCA DE 25 MIL PESSOAS COMPARECERAM NA PRAÇA SANTOS ANDRADE FORA PT, FORA DILMA CHEGA DE CORRUPÇÃO AP JUÍZ SERGIO MORO CONTINUA FAZENDO A PRISÃO DELES, LIBERTA O BRASIL

renatosantos
16/08/2015

ATRAVÉS das  redes sociais os protestos em Curitiba, que esta sendo realizado neste domingo (16) , na Praça Santos Andrade .

O maior evento criado no Facebook se chama ‘Megamanifestação Curitiba 16 de agosto’, e até o momento do fechamento desta matéria já contava com mais de 24 mil pessoas. Além delas, outras 14 mil pessoas estão chegando que talvez compareçam a manifestação.
Várias páginas menores também convocam a população para o domingo, a maioria delas conta com poucos milhares de integrantes confirmando presença no evento.
Além das pessoas que vão ou estão em dúvida, chama a atenção o número de convidados. Na maior página são mais de um milhão de cidadãos convocados para os protestos.
As descrições dos eventos não são sempre as mesmas. Alguns deles se limitam a convocar os manifestantes para o domingo, outros já propõem a pauta. O Partido dos Trabalhadores e a presidente Dilma Rousseff são os principais alvos dos manifestantes.

CORRUPÇÃO, A PRISÃO DE LULA E A SAÍDA DA DILMA, FORAM TEMAS DA MANIFESTAÇÃO NO BRASIL NESTE DOMINGO

renato santos
16/08/2015

Muitos disseram que estavam marchando por causa do escândalo Petrobras, que tem visto 57 políticos, incluindo o ex-presidente Fernando Collor de Mello, investigado por kick-backs no valor de pelo menos US $ 3 bilhões (R $ 2.03bn). Rousseff não está sob investigação, mas como um ex-presidente da Petrobras durante o período em que grande parte da corrupção teve lugar, ela tem lutado para evitar ser infectado por um escândalo que tem implicado aliados e adversários igualmente.


Apesar de todos os principais partidos têm sido arrastado para a lama, a maioria dos implicados são da coalizão governista e os manifestantes estavam coletando assinaturas pedindo o impeachment do Rousseff.

"É inacreditável. Eles não são políticos. Eles são criminosos ", disse que a Índia Longras, que venceu uma frigideira pintado com" Fora Dilma ". "Eu nasci na ditadura militar. Foi muito melhor do que agora. Se eu tivesse que escolher entre então e agora, eu escolheria ditadura. Educação era melhor, o crime foi baixa e os pobres viviam com dignidade. "

Apela a um golpe militar foram menos evidentes nos comícios maiores em São Paulo e Brasília. Os protestos de domingo foram os maiores no Brasil desde 2013, mas o perfil e política dos participantes era muito diferente e eles passaram mais pacificamente. As manifestações da Copa das Confederações, há dois anos tiveram suas origens em uma campanha para garantir o transporte público gratuito e se espalhou rapidamente particularmente entre os jovens, através de redes sociais após a violência policial opinião pública inflamada. A mais recente onda de protestos, no entanto, é de um mais velho, mais branco, mais afluente demográfica, seguindo cobertura avanço generalizado pela mídia mainstream.

Prevendo isso, o Partido dos Trabalhadores organizou um comício na sexta-feira em apoio do governo e de estado de controle da Petrobras, mas havia menos de mil pessoas em sua principal manifestação em Rio central.

• A manchete sobre este artigo, e uma legenda da imagem, foram alterados em 16 de Março de 2015, para corrigir erros de ortografia de nome de Dilma.

A RESPOSTA A DILMA QUEREMOS A SUA SAÍDA JÁ, SOMOS OS 71% CONTRA VOCÊ E O LULA E AINDA A CORRUPÇÃO E A PRISÃO DE LEOPOLDO LOPES

renato santos
16/08/2015


Pelo menos 40 mil manifestantes já confirmaram presença na manifestação marcada para este domingo, em Curitiba. Os eventos, que pedem o impeachment da presidente Dilma Rousseff, são todos organizados pelas redes sociais. A concentração começa às duas horas da tarde na região central de Curitiba, mas as ruas começam a ser bloqueadas a partir do meio dia. Este será o terceiro protesto anti-Dilma organizado, neste ano, na capital paranaense. O primeiro, em março, reuniu 80 mil pessoas. O segundo, em abril, participaram 40 mil manifestantes. Para este ano, a expectativa dos organizadores é reunir mais de 50 mil pessoas.


Mais de meio milhão de brasileiros foram às ruas no domingo para protestar contra a corrupção, exigir o impeachment do presidente Dilma Rousseff e, em alguns casos, a chamada para um golpe militar.

A demonstração de direita vem em meio à crescente frustração com a economia moribunda, constipação política e um enorme escândalo de corrupção na empresa estatal de petróleo, a Petrobras.

Cantando o hino nacional, agitando bandeiras e cantando "Fora Dilma" ("Dilma out"), entre 10 e 20 mil predominantemente brancos, de classe média pessoas marcharam ao longo da beira-mar em Copacabana para insistir em uma mudança de governo apenas cinco meses após Rousseff foi reeleito.

A polícia estimou a multidão no Rio de Janeiro em 25.000. No centro de São Paulo, dez vezes esse número se juntou a um comício na Avenida Paulista, de acordo com a agência de pesquisas Datafolha. Na capital, Brasília, 40 mil se reuniram na frente do Congresso. Em ambos Belo Horizonte e Belém, cerca de 20.000 pessoas juntaram-se as manifestações anti-governamentais. Outra 40.000 foram relatados nas ruas de Ribeirão Preto no Estado de São Paulo e 100 mil em Porto Alegre.

No total manifestações ocorreram em mais de 60 cidades, incluindo também Recife, Salvador, Manaus e Fortaleza com a participação global provavelmente superior a 500.000. A mídia local ea polícia informou um total de mais de um milhão de pessoas, embora seus números foram baseados em estimativas a quatro vezes mais elevados de a multidão em São Paulo.

No Rio, muitos usavam as camisas amarelo-canário da equipa de futebol nacional ou banners furo declarando indignação com uma gama de males e políticas nacionais percebidos que eles dizem ter mais em comum com menos estável e mais radical do governo de esquerda na América Latina.

"O Brasil não quer e não será uma nova Venezuela", dizia um. "Nação + Liberdade = PT (Partido dos Trabalhadores) para fora!", Declarou outro.

Houve uma série de vozes. Enquanto uma bandeira exaltou "Paz e Amor", um contingente considerável de a multidão manifestou apoio a um retorno à ditadura militar que governou o país entre 1964 e 1985

"Exército, Marinha e Força Aérea. Por favor, salve-nos mais uma vez de [sic] comunismo ", dizia uma faixa em Inglês. Entre aqueles que possuem computador era designer gráfico Marlon Aymes que disse que a força militar era a única maneira de derrubar o Partido dos Trabalhadores.

"Eles estão no poder há 16 anos. Isso é como uma ditadura ", disse ele. "Em 1964, as forças armadas do Brasil tomou uma posição contra um presidente que estava perto do Kremlin. Hoje, a PT está em um grupo que quer um modelo socialista bolivariana em toda a América Latina. As pessoas comuns estão protestando e pedindo o impeachment, mas o Congresso é muito corrupto para aprovar que por isso precisamos de uma intervenção militar. "

Visões mais moderadas foram expressas por outro manifestante, Henrique Figueirdeo, um estudante de 23 anos de administração. "Eu não quero um retorno à ditadura. Precisamos de uma política progressista e precisamos de democracia. Mas precisamos também de combater a corrupção e melhorar a eficiência. Por que precisamos de uma mudança de governo ".

Rousseff disse que apoia os direitos dos manifestantes a março e expressou a esperança de que os comícios, que marcam o 30º aniversário do fim do regime militar, demonstraria "maturidade democrática" do Brasil.

O líder da oposição Aécio Neves, que perdeu por uma margem estreita em outubro, disse que os manifestantes "foram às ruas para se reunir com suas virtudes, seus valores e também com os seus sonhos".

Muitos expressaram apoio a um político de direita mais radical, Jair Bolsonaro, que é um reservista militar e defendeu a época da ditadura. Embora ele tem perturbado muitos com comentários homofóbicos e sexistas que ele ganhou mais votos no Rio do que qualquer outro deputado no ano passado.

"Precisamos de um outro presidente, talvez Bolsonaro. Ele está perto das forças armadas e ele é o único que fala para fora ", disse Anna Mario Aracejo, um professor de arte que estava carregando um sinal pedindo o uso da força armada para" libertar o Brasil de políticos corruptos, festas e traidores da nação ".

CONSPIRAÇÃO PARA MATAR LEOPOLDO LOPES ESTAVA TEMPO TODO PERTO DELE

O líder da oposição Leopoldo Lopez, teria sido nos assassinos informantes infiltrados que olhar desmembrados Sra Liana Hergueta, cujo corpo foi encontrado em 6 de agosto, na área "Los Manolos" urbanização Las Palmas, no município Libertador.


Esta revelação foi feita pelo presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, durante "o martelo" do programa, transmitido pela Venezolana de Televisión (VTV), o sábado à noite 2015/08/15.

Rep cabelo, mostrou na câmera, uma imagem onde José Rafael Perez Sale, um dos autores do crime hediondo de "mulher picada" com o líder da oposição e líder do Popular Will, Leopoldo Lopez aparece.

Lembre-se que Diosdado Cabello, tocou a responsabilidade de liderar e escoltá Leopoldo Lopez, para proteger sua vida, a pedido da família López Mendoza foi dito publicamente e viu, no momento da entrega para os tribunais . "Então foi acordado. A vida de líder da oposição estava em perigo, Cabelo lembrou.

- Supostamente, Lopez ele seria morto no Parque del Este, disse Diosdado Cabello.

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog