Nossos Leitores Obrigado Por Ler

NA INGLATERRA UM A320 QUE SE APROXIMAVA DO AEROPORTO DE HEATHROW, EM LOMDRES QUASE FOI DERRUBADO POR DRONE, FATO QEU OCORREU EM JULHO DIA 22 SÓ AGORA FOI REVELADO ´PDE TER DERRUBADO O AVIÃO DE EDUARDO CAMPOS EM SANTOS ESTE ANO

Os drones têm se tornado cada vez mais comuns no mundo inteiro, mas um 'quase-acidente' provocado por um deles na Inglaterra reacendeu a discussão sobre a necessidade de uma legislação mais rígida e apropriada para esse tipo de veículo aéreo.

A Autoridade da Aviação Civil inglesa (CAA, na sigla em inglês) confirmou nesta semana que foi um drone o responsável por quase causar um acidente com um Airbus A320 que se aproximava do aeroporto de Heathrow, em Londres, para pousar em 22 de julho deste ano.
O piloto do avião relatou ter visto um "drone com estilo de helicóptero" quando estava a pouco mais de 200 metros do chão enquanto se aproximava da pista de pouso do Heathrow às 14h16 daquele dia.
A CAA não divulgou a companhia aérea do Airbus, nem quão perto o drone chegou do avião, que tem capacidade para levar 180 pessoas. No relatório que veio a público agora, porém, a Aviação Civil inglesa classificou o acidente como "A", com sério risco de colisão – a classificação mais alta pelos critérios da entidade.
Investigadores não conseguiram identificar o drone, que não aparecia no radar de controle do tráfego aéreo e desapareceu depois de cruzar com o avião.

Em maio, o piloto de um ATR 72 turbo-prop relatou ter visto um drone a apenas 24 metros de distância enquanto ele se aproximava do aeroporto de Southend, também em Londres, a uma altura de 458 metros.
Os incidentes levaram a uma advertência da Associação Britânica de Pilotos (Balpa), que fez um alerta. Segundo a entidade, o rápido aumento no número de drones operados por entusiastas amadores agora representa um "risco real" para aviões comerciais.
O secretário-geral da associação, Jim McAuslan disse que drones poderiam causar uma repetição da "experiência do Rio Hudson", quando um avião foi forçado a pousar na água em Nova York em 2009, depois que pássaros foram sugados para seus motores.
"O risco de um objecto de 10 quilos atingir um avião é real, e os pilotos estão muito preocupados com isso", disse McAuslan.
As vendas de drones têm aumentado bastante recentemente. No Reino Unido, cerca de 1.000 a 2.000 drones são vendidos todo mês.
Em geral, equipamentos como esse podem custar apenas £ 35 (R$ 142) por um modelo pequeno – os modelos mais avançados ,capazes de carregar uma câmera de alta definição e de voar a 70 km/h podem custa quase £ 3.000 (R$ 12.000).
Apesar de serem cada vez mais populares, os drones raramente são operados por pessoas que tenham passado por cursos de treinamento sobre como utilizá-los. Apenas um pequeno número de pessoas são treinadas para operar o objeto.

'Senso comum'

Um porta-voz da Aviação Civil inglesa disse que "depende das pessoas usar o senso comum quando estão operando drones".
Sgeundo ele, o nível de risco atual de que ocorra algum acidente deve "ser mantido em perspectiva", mas alertou que "quebrar as leis do uso de drones pode ameaçar aviões comerciais".
"As pessoas que utilizam aeronaves não tripuladas precisam pensar, usar o bom senso e assumir a responsabilidade por eles", disse ele.
"Há regras que têm força de lei e têm de ser seguidas."
Drones não podem ser operados a uma altura maior que 400 metros ou 500 metros do operador, e eles não devem ficar a uma distância menor do que 50 metros de pessoas, veículos ou edifícios.
Existem zonas de exclusão ao redor de aeroportos e que impedem a aproximação de drones pesando mais que sete quilogramas.
McAuslan disse que há uma necessidade urgente de regras mais rígidas antes que veículos de carga não tripulados muito maiores – potencialmente do tamanho de um Boeing 737 – dominem o céu.

Hospital Universitário Gustavo Aldereguia,Informa ha 9 feridos e dois cubanos graves num acidadente neste domingo

Nove dos 41 feridos turistas franceses foram relatados muito graves e fatais pela direção do Hospital Universitário Gustavo Aldereguia, onde eles são servidos.
Nove dos turistas franceses 41 feridos em um acidente de trânsito foram relatados hoje muito grave, com risco de vida pela direção do Hospital Universitário Gustavo Aldereguia.

Moisés Santos Peña, Director-Adjunto da instituição, disse Prensa Latina que desse total de inscritos no código vermelho, oito obrigaram a intervenções cirúrgicas, essencialmente por trauma craniano, facial e lesões ortopédicas.

O acidente aconteceu nas primeiras horas da tarde de segunda-feira, a colidir com um ônibus de turismo, que foi dirigido a partir do centro da cidade de Santa Clara para o resort de Varadero (oeste), com um caminhão que estava circulando na mesma direção.

Dois dos feridos sofreram amputações de um membro superior no mesmo local do acontecimento, 205 km da estrada nacional, no território do centro sul da província de Cienfuegos.

O resto dos 24 feridos (incluindo o motorista do ônibus e o guia turístico), classificados no código verde (sem perigo de vida) e oito no amarelo (pequenos ferimentos), adicionado a pena Santos de médico.

Na unidade de cuidados intensivos de hospital Cienfuegos, 250 km a sudeste de Havana, permanecem hospitalizados três pacientes; outros cinco na unidade de cuidados intensivos cirúrgicos e três no quarto queimaram, por queimaduras de fricção, algo muito típico destes acidentes.

O Hospital executivo destacou rapidamente e sincronizado com o sistema de emergências médicas do território, agiu ativado momentos após o acidente e pela rapidez na prestação de primeiros socorros por policlínicas em cidades de Cartagena e água dos passageiros, adjacentes à terra principal da ilha.

Jackie Le Roux, gerente na embaixada em Havana, sublinhou à imprensa a velocidade da evacuação de um grupo de feridos tão numerosa e sua transferência para a instalação principal do sistema de saúde no território francês.

Le Roux agradeceu as autoridades de saúde pela atenção dada aos seus nacionais, assim como por suas vidas após a contingência.

DIA 7 DE DEZEMBRO COMEMORA OS 25 ANOS DE TRIBUTO DE OPERAÇÃO EM CUBA

Grinaldas de Fidel Castro, líder da revolução cubana e Raúl Castro, presidente dos conselhos de estado e ministros, foram colocadas hoje no Panteão de internacionalistas, que tesouros os restos mortais dos 83 combatentes, nesta cidade.




25 anos de tributo de operação, quando eles foram enterrados em Cuba a internacionalista caída em missões na África, família e o povo de Santiago prestou homenagem no cemitério Santa Efigenia, desta cidade, estes homens, digno da linhagem de Antonio Maceo Grajales e Frank país Garcia.




Flor América Vidal, mãe de Jesús Pérez, que deu a vida, apenas 19 anos em terras angolanas, disse em pé antes do Panteão onde repousa seu filho é muito difícil, mas o orgulho é grande porque ele agiu como ele é educado, com o início da luta pela liberdade de outras pessoas em qualquer lugar do mundo.




Hoje, graças à revolução, tenho a alegria que descansa na pátria e milhares de pessoas, até mesmo fora desta nação, grato por este gesto de altruísta cumprir o dever, sem medo de nada, não importa o sacrifício, disse Flor de América.




María Esperanza Lay, irmã de Jorge Lay, de corajosos jovens que morreram em África, apenas 17 anos, também disse que homens como estes têm sentimento internacionalista alta na ilha e servirem de exemplo para as gerações mais jovens.




Neste dia te pagou tributo, igualmente, ao General Antonio Maceo no aniversário de 118 da sua queda em combate e o proeminente revolucionário Frank País, nos 80 anos de seu nascimento, que são a expressão do valor e estoicismo do povo cubano, herdado por terras caídas de internacionalistas irmãs da África.




O evento político-cultural foi assistido por Lázaro Expósito, membro do Comitê Central do partido comunista de Cuba e primeiro Secretário na província de Santiago de Cuba, Reinaldo García, presidente da Assembleia Provincial do poder Popular e uma representação da Associação de combatentes da revolução cubana e as pessoas.

AVISO A TODOS: BRASILEIROS, VENEZUELANOS, PARAGUIA, ARGENTINA, A TABELA DE ANUNCIO SAIU VALIDADE DE DEZEMBRO DE 2014 A FEVEREIRO DE 2015

NÃO ESQUEÇAM DE  MANDAR  SEUS  ENDEREÇOS ELETRONICOS CORRETO PARA  MANDAR  A CÓPIA DO  CONTRATO  CONFORME  E  LEGISLAÇÃO

TARIFAS  DEZEMBRO DE  2014  A  FEVEREIRO DE  2015

JORNAL GAZETA CENTRAL DE PUBLICIDADE E JORNALISMO LTDA
www.gazetacentral.blogspot.com.br
Endereço: Rua Afonso Bezerra  n. 86, bairro  do Jardim Lenise  Guarulhos -  São Paulo - Brasil

Telefone para  contacto  no Brasil  011+4970-5105  fora do Brasil 055+11+4970 - 5105
e mail centralgazeta@ig.com.br
OBS:  ESCOLHA  O TAMANHO  DO SEU ANÚNCIO, MANDE  SEU  LOGO TIPO E  SEUS  DADOS 
1) A GAZETA  CENTRAL  NÃO  AUTORIZA A  DIVULGAÇÃO E  NEM A CÓPIA DE  SEUS  ANÚNCIOS EM OUTRO  VEÍCULOS  SEM PRÉVIA  AUTORIZAÇÃO  DESTE  VEÍCULO.
2) E NÃO SE RESPONSABILIZA PELO ERRO  DOS  PRÓPRIOS AUTORES  DOS  ANÚNCIOS  E  AO MUDAR  O CONTEÚDO  AVISEM. 
3) SE PUBLICAREM  ANUNCIO  FALSO  SERÃO  RESPONSABILIZADOS DE  ACORDO  COM ORDENAMENTO JURÍDICO
4) NA QUEBRA  DO CONTRATO  A MULTA SERÁ DE  50%  DO  VALOR  TOTAL
5) ELEGEM O FORO  DA  COMARCA  DE  GUARULHOS  EM DUAS  VIAS ASSINADAS.
NO CONTRATO  DEVE  CONTER:
A)  O NOME DO  RESPONSÁVEL DA EMPRESA  ANUCIADA, RG. CPF,  CNPJ VIA  CÓPIA XEROX QUE PODERÃO SER  ENVIADAS NO ENDEREÇO  OU  POR  EMAIL, DESTA  EMPRESA  DE PUBLICIDADE
B) A DESCRIÇÃO DO ANÚNCIO, O TAMANHO, A  VALIDADE DA  DIVULGAÇÃO E  O PREÇO, SERÃO ENVIADOS EM  DUAS CÓPIAS  VIA  E MAIL DA  EMPRESA  OU  DO RESPONSÁVEL.
C) SENDO  QUE A  2  VIA SERÁ ESCANEADA E  MANDADA  DE  VOLTA  PARA  O  E MAIL DA  EMPRESA DE PUBLICIDADE.. 

5) SERÁ PUBLICADA  O ANUNCIO LOGO QUE  O DEPÓSITO SER REALIZADO NA CONTA  DESTA EMPRESA NO NOME DO RESPONSÁVEL RENATO PEREIRA  DOS SANTOS  FILHO.
6) NENHUMA OUTRA  PESSOA ESTÁ  AUTORIZADA   PARA  RECEBER  DEPÓSITO EM NOME DA GAZETA CENTRAL DE PUBLICIDADE E JORNALISMO LTDA.
7)  É  SOMENTE  NOME  JÁ PRE ESTABELICIDO  E  NA  CONTA  CORRENTE  INDICADA NO CONTRATO E PUBLICADA NESTA  DIVULGAÇÃO.
8) MEDIANTE  O  RECIBO DO DEPÓSITO  FEITO  NO BANCO E   ESCANEADO  MANDADO  POR  E MAIL  OU TODOS  OS DOCUMENTOS  VIA  CARTA  NO ENDEREÇO JÁ CITADO.
9) Você  pode ser o nosso  colaborador
BANCO SANTANDER 033   AGÊNCIA 0564   CONTA  CORRENTE 01018616-6
NOME  RENATO PEREIRA  DOS  SANTOS  FILHO

10)  OS  TAMANHOS, OS  PREÇOS E  O  TEMPO DE VALIDADE:

Megabanner cabecera
468 (largo) x 60 (alto) píxeles
4 semanas: 250   real
2 semanas: 125   real
1 semana: 65      real
Ubicación: zona superior derecha sobre cabecera
Banner básico:
160x160






160 (ancho) píxeles x 160 (alto) píxeles.
2 semanas: 75    real
1 semana: 40      real
Ubicación: canal central (firmas) o derecho.
Posición: orden de contratación
Solicitud de ubicación especial: 50% de incremento
Banner especial:
160x240








160 (ancho) píxeles x 240 (alto) píxeles.
4 semanas: 200   real
2 semanas: 100   real
1 semana: 50       real
Ubicación: canal central (firmas) o derecho.
Posición: orden de contratación
Solicitud de ubicación especial: 50% de incremento
160 x 160
160 x 240
Banner botón:
160x80



160 (ancho) píxeles x 80 (alto) píxeles.
4 semanas: 150   real
2 semanas: 75     real
1 semana: 50       real
Ubicación: canal central (firmas) o derecho.
Posición: orden de contratación
Solicitud de ubicación especial: 50% de incremento
Megabanner vertical:
160x450















160 (ancho) píxeles x 450 (alto) píxeles.
4 semanas: 500    real
2 semanas: 250     real
1 semana: 125       real
Ubicación: canal central (firmas) o derecho.
Posición: primera posición en cualquiera de los dos canales

Venezuela: UM PAÍS NA BEIRA DA MORTE "petróleo país exportador" para "importador de petróleo, gás e derivados"

Blas De Paz Santos
para GAZETA CENTRAL E IRBING INTERNACIONAL



Estamos vivendo em um país totalmente diferente do que nós consideramos normais. Venezuela tornou-se um estranho país onde, depois de ter sido um dos maiores produtores e exportadores de petróleo e seus derivados no mundo, havia a necessidade de importar óleo leve de Argélia, gasolina dos EUA e Brasil para atender às necessidades do país.


Um questionou onde óleo poder cujos registros de acidentes em suas instalações são únicas. Isto deve adicionar a estagnação da produção de petróleo pela ausência de investimentos e o colapso dos preços do petróleo que dói todo o mecanismo denominamos estado de morte.

Um país estranho onde você tem que pedir permissão para viajar, embora não afirma-se como tal. Quem pode viajar sem passar o calvário dos contingentes de solicitação CADIVI preferenciais dólares hoje de "matar" o raspacupos?

Um estranho país onde após a erradicação de epidemias e doenças contagiosas, nós retornamos ao pior estado de saúde pública existente onde a escassez de drogas chegou a extremos onde as redes sociais tornaram-se os melhores meios de comunicação a fim de localizar e adquirir as drogas essenciais para cavar o desastre de saúde pública.

Um país incomum, onde todos os dias estamos entrando em um processo de insegurança onde um estado de toque de recolher está implícito sem decretár-lo após 20:00 em todas as suas principais cidades pela criminalidade desenfreada, com o apoio do regime que usou-os como órgãos de repressão.

Um país incomum que, depois de chegar a ter o melhor sistema elétrico da América Latina, é o pior momento de abandono das instalações criando apagões incontrolável e longa duração que deixaram mais de 60% da população venezuelana sem eletricidade.

Um estranho país onde cidadãos comuns terá de fazer longas filas na frente de supermercados para ver o que fez e ser capaz de comprar os produtos do sustento diário da família. 

Onde as importações se concentraram principalmente na área de alimentos, principalmente em produtos como leite em pó, açúcar, carne de aves e gado, arroz, milho e café. 

Os ingredientes que compõem o dossel, prato principal e crioulo, permanecem em boa parte importado. Mais de 60% do arroz consumido no país é importado, 70% dos negros também feijão. Isso é comida como estrangeira tornou-se parte do menu diário dos venezuelanos.

Um país diferente, que depende da renda do petróleo para a segurança alimentar, é insustentável e prejudicial para o sistema de produção do país. A situação no país chegou a extremos nunca imaginados ou no seu pior. Estamos a viver a crise do político-social - econômica mais importante que nós experimentamos em nossa história.

O regime tentou se sobrepor a sua incapacidade e ineficiência na atroz maior escassez de alimentos, medicamentos e produtos básicos do dia-a-dia do venezuelano, tentando culpar depois de 16 anos, à direita, a 4ª República, o Império, Uribe e parar a contagem.

"É difícil cobrir com importações que o país não consegue produzir" Carlos Machado Allison.
Blas De Paz Santos

INCÊNDIO DESTRÓI CERCA DE 50 BARRACOS NA ZONA SUL NA JABAQUARA SÃO PAULO NÃO HA FERIDOS

Um incêndio  ocorreu  neste  domingo  em  São Paulo  as  7hs 30 minutos, cerca de 50 barracos  foram destruídos  na  Zona Sul de São  Paulo, mas,  sem feridos segundo a equipe  da  Defesa  Civil que  atendeu a  ocorrência.


O incêndio  atingiu uma favela na região do Jabaquara (zona sul) de São Paulo, na manhã deste domingo (7). Ao todo, 50 barracos da favela da rua Alba foram destruídos, mas não há registro de feridos.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que a rua Laércio Neves, com a avenida Hélio Lobo, foi interditada.

A  Policia  Civil  precisa  fazer  uma  investigação mais detalhadas , pois  só  nesse ano,  ocorreu  mais  de cinco vezes  incêndios  em favelas  em São  Paulo.

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog