GAZETA CENTRAL ( BLOG)

GAZETA  CENTRAL  (  BLOG)
Sugestões : Reclamações e Denuncias

Quanto custa Mentir <<>> cadê a ética na profissão <<>> 30 anos mentiram sobre a tortura





RENATO SANTOS  15-07-2017  Sempre os atuais esquerdistas alienados disseram e afirmaram que tínhamos um ditadura militar, quando na verdade estávamos  com regime militar, agora, eles podem afirmar que LULA esta sendo perseguido politicamente, mas,  não assumem seus  crimes e erros, como nos anos de 64 a 85, sabe-se que  a obrigatoriedade de registro de profissionais já era um sinal de fazer  o controle de livre pensamento e de direito, claro que precisa estudar mas  acima de um diploma de curso superior, está a vocação e isso  não se faz na UNIVERSIDADE e sim nasce  com ela.

Por  conta  disso os  profissionais da advocacia e jornalistas que se formaram  para  mentir e manipular a opinião pública jamais tiveram ética profissional sempre usurparam a verdade em mentiras e mentiras em verdade  como ensina KAL MARQUES seu líder comunista.. Prova  disso, é  só observar os advogados de  hoje que defendem os corruptos por qualquer preço e jornalistas que inventaram a ditadura, sendo que não houve, simplesmente com os mesmo carniceiros que queriam aplicar aqui uma ditadura socialista corrompendo a todos.


O longo texto de Miriam, dizendo que foi orientada a mentir durante anos e que a maioria dos que se dizem torturados nunca foram sequer tocados na prisão, é uma verdadeira bomba atômica no discurso de tantas pessoas, que hoje são tratadas quase como heróis e heroínas, pelo que teriam sofrido nos porões da ditadura.
Um choque para o Brasil, uma bomba que preferiríamos, nunca viesse a público, surge agora, na imprensa brasileira. É uma confissão. Feita pela jornalista Miriam Macedo (foto). Três décadas depois, ela, que durante anos denunciouque foi torturada e assistiu torturas em prisões da ditadura militar, escreveu simplesmente: “Menti descaradamente durante 30 anos!”. O relato, feito em seu blog (blogdemirianmacedo.blogspot.com), é inacreditável. Ela escreveu: “Que teve gente que padeceu, é claro que teve. Mas alguém acha que todos nós que saíamos da cadeia contando que tínhamos sido barbaramente torturados falávamos a verdade? Não, não é verdade. Noventa e nove por cento das barbaridades e torturas eram pura mentira! Por Deus, nós sabemos disto! Ninguém apresentava a marca de um beliscão no corpo. Éramos barbaramente torturados e ninguém tinha uma única mancha roxa para mostrar! Sei, técnica do torturadores... Não, técnica de torturado, ou seja, mentira.Mário Lago, comunista até a morte, ensinava: ´quando sair da cadeia, diga que foi torturado. Sempre". Miriam, até com alguma ironia, diz que a confissão é sua contribuição para a Comissão da Verdade, instalada para trazer à luz os milhares de casos denunciados de tortura durante a terrível ditadura militar.
 
O longo texto de Miriam, dizendo que foi orientada a mentir durante anos e que a maioria dos que se dizem torturados nunca foram sequer tocados na prisão, é uma verdadeira bomba atômica no discurso de tantas pessoas, que hoje são tratadas quase como heróis e heroínas, pelo que teriam sofrido nos porões da ditadura. “Era mentira? Era, mas, para um revolucionário comunista, a verdade é um conceito burguês, Lênin já tinha-nos ensinado o que fazer”, concluiu a jornalista no confessionário público. E agora?
 
CASOS CONCRETOS
 
O caso agora denunciado pela jornalista Miriam Macedo, certamente é uma exceção. Há documentos e testemunhos não só de torturados como até de torturados, contando o que acontecia a muita gente nos porões das prisões durante os governos militares. Mas é importante que tudo seja esclarecido. A Comissão da Verdade tem obrigação de chamar a jornalista para depor, até para demonstrar sua imparcialidade. Houve tortura no Brasil? Claro que houve. Mas houve e ainda há muita história contada por pseudos heróis, que na verdade amarelavam e denunciavam companheiros antes mesmo de sofrerem alguma ameaça.
 
FRENTÃO
 
Um frentão (PP, PTB, PPS, PSDC e outros partidos) estaria se formando em torno da pré candidatura do empresário Mário Português. As lideranças já acertaram coligação para as vagas da Câmara Municipal e estão tentando fechar para a majoritária. Depende ainda de alguns detalhes, mas as conversas andam. A coisa é tão séria que até Edgar do Boi, presidente do PSDC regional, acabou aceitando entrar no grupo, mesmo tendo sérias divergências com parte das lideranças que o compõem.
 
IMPASSE NA TRANSPOSIÇÃO
 
A transposição está assim: o governo federal já teria definido que todos os servidores até 1987 passarão à folha de pagamento da União. Os militares (PMs e Bombeiros), seriam beneficiados até 1991. Os demais podem ficar fora. A pressão é enorme, mas há uma má vontade clara da União, que não quer aceitar que sejam incluídos todos os servidores entre 1987 e 1991. Governo do Estado, bancada federal, deputados estaduais e sindicatos, contudo, querem que todos entrem. O impasse está aí. Por isso a transposição não foi oficializada ainda.
 
CADÊ A PLACA?
 
Recém inauguradas, as obras do Hospital de Base deram uma qualidade muito melhor no atendimento e em sua estrutura para pacientes e familiares. Mas, os mais antigos, estão reclamando de um detalhe importante. Onde está a placa de inauguração do HB de 1983, quando o então governador Jorge Teixeira entregou o hospital para a comunidade? Nas reformas feitas, a placa foi retirada e sumiu. O diretor geral, Jean Negreiros, já ouviu as reclamações e garantiu que vai atrás da placa do Teixeirão. Espera-se que, em breve, ela volte ao seu lugar, na portaria do HB.
 
ENGOLINDO MALUF
 
A política é, na essência, a arte de engolir sapos. Quem diria! Paulo Maluf, ojerizado, denunciado, chamado de ladrão e bandido pelos petistas a vida toda, está agora de mãos dadas com Lula e com seu candidato em São Paulo, Fernando Haddad. Alvo predileto do PT quando no governo, Maluf, que está numa lista dos grandes corruptos do planeta, é agora amiguinho de palanque dos petistas. Uma vergonha que o PT não precisaria, de jeito nenhum, participar. Mas, pelo poder, faz-se tudo.
 
VEM CONHECER?
 
Será que ele vem? Nem como candidato e nem como Presidente da República, durante dois mandatos, Fernando Henrique Cardoso colocou os pés em Rondônia. Agora, como ex-Presidente, sua presença é anunciada num evento denominado “1º Simpósio Político-Eleitoral da Amazônia”, iniciativa do Instituto Phoenix. No release distribuído à imprensa, a presença de FHC é dada como certa. Será dia 10 de julho próximo, no Rondon Palace. O deputado-humorista Tiritica também foi convidado.
 
PERGUNTINHA
 
Quantas nomes, entre os mais de uma dezena que aparecem hoje, chegarão mesmo à reta final, para a disputa da Prefeitura de Porto Velho, nas eleições de outubro?

Anuncio

Nossos Leitores Obrigado Por Ler

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog