Guerra do Poder Cinco Reis e Nenhuma Plataforma Política Temos que começar a cobrar eles





RENATO SANTOS  23/07/2018   A  Guerra  pelo Trono versão Brasileira  já começou, temos  cinco reis das  cinco  representatividade politica, agora  conteúdo nenhum  ninguém deu  suas cartinhas  escondidas  nas mangas. 



A disputa pelo Palácio do Planalto começou oficialmente na última sexta-feira. De lá para cá, cinco partidos lançaram candidatos à Presidência da República.


O PDT, Partido Democrático Trabalhista, lançou Ciro Gomes. Ex-ministro da fazenda, no governo de Itamar Franco, e ex-ministro da Integração Social, no governo Lula, Ciro já foi governador do Ceará, prefeito de Fortaleza, e deputado federal. O PDT ainda não apresentou alianças partidárias, nem o candidato a vice da chapa.


O PSTU, Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado, lançou a candidatura da sindicalista sergipana Vera Lúcia e o ativista Hertz Dias como vice. Ela foi operária na indústria de calçados e hoje é professora do Instituto Latino-Americano de Estudos Sócio-Econômicos. O PSTU informou que não fará coligações partidárias.


O Partido Social Cristão, o PSC, lançou como candidato a assumir o Planalto o ex-presidente do banco BNDES, Paulo Rabello de Castro. Rabello é economista e já presidiu também o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas. O PSC não escolheu um vice para a chapa e não divulgou alianças partidárias.


Já o partido Socialismo e Liberdade, o PSOL, lançou como candidato a presidência o coordenador-nacional do MTST, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos, e a liderança indígena Sônia Guajajara como vice. Boulos é formado em filosofia na USP, a Universidade de São Paulo. O PSOL também não anunciou alianças partidárias.


Por fim, o PSL, Partido Social Liberal, lançou a candidatura à presidência do deputado Federal Jair Bolsonaro. Capitão do Exército reformado, Bolsonaro está no sétimo mandato na Câmara dos Deputados. O PSL ainda não formou alianças com outros partidos nem divulgou quem será o vice da chapa.


O prazo para as convenções partidárias, que definem os candidatos a presidência, termina no dia 5 de agosto. Os partidos terão até o dia 15 do mês para registrar os nomes na Justiça Eleitoral.

Gazeta Central Google

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Espaço Publicitário

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog