GAZETA CENTRAL ( BLOG)

GAZETA  CENTRAL  (  BLOG)
Sugestões : Reclamações e Denuncias

NICOLAS MADURO DE DILMA AFUNDARAM A VENEZUELA USANDO A ODEBRECH <<>> PAGOU SUBORNO PARA O GOVERNO DE HUGO CHAVES E NICOLAS MADURO NA VENEZUELA AGORA QUEREM DAR O MAIOR ROMBO DA HISTÓRIA DO BRASIL, <<>> PODENDO CHEGAR AS RESERVAS CAMBIAIS



Clubes / Metro, Metrocable, pontes, complexos industriais e remodelação Aeroporto Internacional de Maiquetia. Tudo isso está na lista das dívidas da Odebrecht Venezuela, país que o dinheiro recebido em subornos a partir da construção de acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos -Os dois juntos afundaram a VENEZUELA e estão dando o maior rombo da história do Brasil.

O Brasil passou seus 20,anos bancando a ditadura de HUGO CHAVES, acredita-se que não temos nem mesmo mais reservas cambiais e tesouros, estamos abeira do caos.





PARA RENATO SANTOS 08/01/2017


   @marielozadab

08 de janeiro 2017.-

A maioria dos projetos da Odebrecht no país estão localizadas em Miranda, ele tem sido governado pelo líder da oposição e ex-candidato presidencial Henrique Capriles. Dos cinco projetos no estado, a gigante brasileira só terminou um: o Metrocable Mariche, funcional desde 2012. Embora seja o único trabalho concluído, nem foi poupado atrasos; construção foi anunciada em 2000 e lançado em 2007.

Também no estado de Miranda são elefantes brancos Mass Transit System Caracas - Guarenas- Guatire. Esperava-se que estar pronto em 2012, mas recebeu Mirandinos 2017 sem eles. No Registro Nacional de Empreiteiros de evidências de que o trabalho tem apenas um avanço de 26,7%.

A construção do bolivariano cabletren Bolivariana foi prometido pelo então Ministro dos Transportes Terras e Obras Públicas Haiman El Troudi 2015, mas agora só estão a funcionar três das cinco estações. Uma história semelhante tem Metro Linha II de Los Teques: embora a sua construção já foi 10 anos, apenas três dos sete estações de operar.

Mas bandeira Odebrecht no projeto Capital District é a construção da Linha 5 do Metrô de Caracas, por isso mesmo desapropriadas terras em Los Mercedes. Nas primeiras projeções -made surgiu em 1997 que o trabalho estava pronto em 2010.



Pontes não são o forte da Odebrecht na Venezuela. Eles começaram a construção de dois, um no Lago Maracaibo e outra sobre o rio Orinoco, e nem está terminado.

Na agricultura têm o Complexo Agroindustrial José Inácio Abreu e 'Lima em Anzoategui, que supostamente leva um avanço de 88%. O trabalho estava ativo, mas em 2011 produziu apenas 8.000 hectares de soja e 2015, não.

Outra obra inacabada é hidrelétrica Tocoma, que, entre brigas, era um sinal de que tinha avançado 96% (de acordo com Hector Navarro, ex-ministro da Energia Elétrica). No entanto, mesmo a represa, localizado no estado de Bolivar, não funciona.

O outro projeto da Odebrecht no centro do país é a modernização do Aeroporto Internacional Simón Bolívar, para o qual a extensão do Terminal Nacional, a construção da Plataforma remoto International, reabilitação de taxiways, modernização da Plataforma prometida Carregando e atualização de sistemas de tecnologia, controle de tráfego aéreo, segurança interna e controle de dados e expansão da 28. Somente a última limiar foi atingido.

Anuncio

Nossos Leitores Obrigado Por Ler

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog