GAZETA CENTRAL INSTAGRAM

Ivan Duque Presidente da Colômbia Pede Para os Países Saírem da Unasul e fortalecer a OEA Pelo Simples motivo apoio a Ditadura de Nicolas Maduro







RENATO SANTOS  02/07/2018  O presidente eleito da Colômbia Ivan Duque, convidou outros países para deixar a União das Nações Sul-Americanas (Unasul) por ter se tornado um "cúmplice da ditadura da Venezuela" e para fortalecer a OEA.




Duke fez essas declarações à imprensa depois de se reunir em Washington com o secretário-geral da OEA, Luis Almagro.
"Eu expresso para Almagro meu desejo de continuar a fortalecer o sistema interamericano e, nesse sentido, temos de passar muitos países na América do Sul, primeira convidando a retirada dos nossos países da Unasul, que tem sido realmente uma organização que se tornou cúmplice da ditadura venezuelana ", disse ele.
"E - continuou ele - parte do fortalecimento do sistema interamericano é exercitar esse retiro e fortalecer nossa participação nessa organização, fortalecer a Carta Democrática como instrumento regional para a promoção e fortalecimento da democracia."
Em abril, seis dos Estados membros da Unasul (Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Paraguai e Peru) suspenderam sua participação na agência indefinidamente devido a divergências sobre sua operação.
A Unasass, sediada em Quito, é formada por 12 nações sul-americanas e sua criação foi promovida, entre outros, pelo presidente Hugo Chávez.
Durante a campanha eleitoral, Duque já expressou seu desejo de que a Colômbia deixasse a Unasul por ser "uma espécie de cúmplice silencioso da ditadura da Venezuela".
Duque, do Centro Democrático (Uribe), venceu as eleições em 17 de junho e assumirá o poder em 7 de agosto para o mandato de 2018-2022.

Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog