GAZETA CENTRAL INSTAGRAM

Prefeita Lili Aymar <<>> Já teve problemas em 2011 com a Câmara Municipal O Seu Atual Marido e ex Prefeito agrediu o Vereador Milton Costa do DEM <<>> O que acontece nessa Cidade o que a morte da VITÓRIA Pode nos revelar







RENATO  SANTOS  22/07/2018   A  Cidade  de  Araçariguama  onde a menina VITÓRIA  morava,  não tem sido  uma cidade  de bem  politicamente , nem quando  a ex- VEREADORA  E ATUAL PREFEITA  LILI  AYMAR, ainda não se sabe ao  certo  o que  acontece.  Mas  ao andar da  carruagem, ou ela  é perseguida  politicamente  ou esta envolvida  com algo  estranho.  

No  dia  17  de  março de 2011,  a ex  vereadora  estava  com um processo  de  afastamento pela Câmara  Municipal, em sua versão  foi  pela  ata  que ela não concordou.

A vereadora de Araçariguama Lili Aimar, do PR, que e stá no seu 3º mandado foi afastada por falta de decoro parlamentar na última sessão da Câmara de Araçariguama realizada na última terça-feira (15). 

No dia, Lili não estava presente porque havia ido levar sua filha ao médico e ela explica que não foi notificada sobre o afastamento de 90 dias, apenas lhe informaram.

No  dia  13  de  junho de 2011, seu marido  agrediu  o vereador  da  Câmara  Municipal, O ex-prefeito de Araçariguama Carlos Aimar invadiu a Câmara Municipal da cidade, situada a 53 km de São Paulo, e agrediu um vereador, neste domingo (12). 


A confusão aconteceu durante uma sessão extraordinária para votar a cassação da mulher dele, a vereadora Lili Aimar.

Os vereadores liam o relatório quando o ex-prefeito avançou sobre Milton Costa, do DEM, que presidia a sessão. Manifestantes também entraram no plenário e jogaram cadeiras na direção dos políticos. 

Aimar disse que defendia a honra de sua mulher. "Pulei para tirar satisfação com eles. Não cheguei a agredi-lo. Agora também não tenho duas caras. Eu queria pegá-lo mesmo."

A briga dentro da Câmara terminou quando guardas e policiais militares chegaram. A confusão entre partidários do ex-prefeito e dos vereadores agredidos continuou do lado de fora. Mais uma vez a PM teve de intervir para terminar com as brigas.

Os vereadores continuaram a sessão. Lili teria duvidado da autenticidade da ata de uma sessão da qual ela não participou. 


Para o grupo de vereadores, isso foi motivo de expulsão. Depois de quase oito horas de sessão, os vereadores votaram pela cassação por sete votos a um. A mulher informou que vai recorrer.

Lembrando  para  não esquecer, que no incio de    2018, o  casal  foi vítima  de  uma extorsão  , porém o que chama  mais atenção  é que  em  2016   o Beto  o pai da VITÓRIA  apoiou  a  candidatura  da  atual prefeita  da cidade. 


Anuncio

Seguidores

CAMPANHA PRA VENEZUELA

CAMPANHA  PRA  VENEZUELA
PRECISA DE AJUDA HUMANITÁRIA

As principais matérias do blog